Meteorologia

  • 29 SETEMBRO 2020
Tempo
29º
MIN 16º MÁX 29º

Edição

'Tempestade de bradicinina'. A reação inflamatória causada pela Covid-19

Uma nova pesquisa aponta que, além da já conhecida e explorada 'tempestade de citocinas', outra resposta do sistema imunitário denominada de bradicinina pode estar correlacionada com o agravamento de quadros da Covid-19, doença provocada pela novo coronavírus SARS-CoV-2.

'Tempestade de bradicinina'. A reação inflamatória causada pela Covid-19
Notícias ao Minuto

11:45 - 03/08/20 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Quadros graves de Covid-19

Cientistas do Laboratório Nacional de Oak Ridge (ORNL), do Departamento de Energia dos Estados Unidos, revelaram num novo estudo publicado na revista eLife a existência de novos paradigmas do campo genético capazes de explicar os sintomas descontrolados produzidos por uma reação imunológica exagerada ao novo coronavírus.

Conforme reporta um artigo divulgado pela revista Galileu, com a ajuda do supercomputador Summit, os investigadores norte-americanos analisaram genes de células presentes no fluido pulmonar de nove doentes com Covid-19 e compararam-nos com 40 pacientes num grupo de controlo.

O Summit aponta que genes associados ao sistema de bradicinina - um dos sistemas do corpo humano que mantém a pressão arterial dentro dos valores considerados razoáveis - estão demasiado ativos no fluido pulmonar entre os indivíduos infetados com o SARS-CoV-2. 

A bradicinina consiste num peptídeo que causa inflamação e dilata as artérias, tornando-as transmeáveis.

Como explica a Galileu, em doentes graves com Covid-19 este peptídeo é fabricado em elevadas concentrações e o organismo torna-se incapaz de controlar essa produção massiva. 

De acordo com Dan Jacobson, líder do estudo e cientista-chefe dos sistemas computacionais de biologia do ORNL, até ao momento inúmeros estudos têm se concentrado em particular na já famosa 'tempestade de citocinas', contudo a 'tempestade de bradicinina' também pode auxiliar na perceção das reações exageradas do sistema imunológico ao tentar combater o novo coronavírus e adicionalmente a traçar uma nova fórmula de possível tratamento para a patologia, ao bloquear esta tempestade adicional. 

"Se pudermos bloquear essa patogénese em pacientes graves, podemos impedir que a resposta humana imunológica exagere e damos tempo ao sistema imunológico para combater o vírus para que os pacientes possam se recuperar", conta Jacobson.

Para os cientistas, a 'tempestade de bradicinina' pode desvendar o aparecimento e caráter de múltiplos sintomas da Covid-19, incluindo fadiga, dores musculares, de cabeça, náuseas, vómitos, diarreia ou redução da função cognitiva. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório