Meteorologia

  • 11 AGOSTO 2020
Tempo
21º
MIN 19º MÁX 26º

Edição

Dia Mundial da Alergia: Importância do diagnóstico em tempos de pandemia

Esta quarta-feira, dia 8 de julho, assinalamos o Dia Mundial da Alergia com uma iniciativa da OMS e da Organização Mundial da Alergia.

Dia Mundial da Alergia: Importância do diagnóstico em tempos de pandemia
Notícias ao Minuto

10:00 - 08/07/20 por Notícias Ao Minuto 

Lifestyle Dia Mundial das Alergias

Esta quarta-feira, dia 8 de julho, é assinalado o Dia Mundial da Alergia - patologia que afeta um terço da população portuguesa.

Este ano, a Organização Mundial da Saúde e a Organização Mundial da Alergia pretendem sensibilizar a população para a importância de diagnosticar e tratar adequadamente as patologias alérgicas, trazendo para a mesa a relação entre o problema e a Covid-19. "Embora as patologias alérgicas não tenham sido identificadas como um fator de risco para contrair a infeção pelo novo coronavírus, algumas delas podem representar um fator de agravamento para a pessoa que tem Covid-19", dizem em comunicado.

Assim, desde o início da pandemia que a SPAIC tem vindo a publicar um conjunto de recomendações dirigidas a doentes e a prestadores de cuidados de saúde sobre a relação entre as várias doenças alérgicas e a Covid-19. 

"Em Portugal, estima-se que a doença alérgica afete cerca de um terço da população: de acordo com os dados atuais, 30% da nossa população tem queixas de rinite, 18% tem concomitantemente queixas de conjuntivite, 6.7% asma e cerca de 5% reportam alergia alimentar”, sublinha Pedro Martins, vice-presidente da Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica. 

O diagnóstico é muito importante já que, de acordo com a Sociedade Portuguesa de Alergologia e Imunologia Clínica, o subdiagnóstico é particularmente frequente no caso das doenças alérgicas respiratórias, que podem ser confundidas com outras situações também comuns. A maioria das alergias identificada nestas doenças são aos ácaros do pó doméstico, aos pólenes de gramíneas, parietária e oliveira e aos epitélios de cão e gato.

Desta forma, para melhorar o diagnóstico, “há que estar atento à duração dos sintomas, aos fatores desencadeantes e aos fatores de alívio. Uma avaliação por um médico imunoalergologista constituirá uma mais valia para melhorar o processo de diagnóstico”, defende a SPAIC.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório