Meteorologia

  • 07 JULHO 2020
Tempo
34º
MIN 19º MÁX 35º

Edição

Fumadores que partilham isqueiros podem ter incitado propagação do vírus

Daniel Andrews, o chefe de governo do estado de Victoria, na Austrália, alerta que o ato 'inocente' de partilhar um isqueiro pode ter contribuído para a propagação do coronavírus SARS-CoV-2, causador da Covid-19.

Fumadores que partilham isqueiros podem ter incitado propagação do vírus

Trata-se de uma ação que a maioria dos fumadores faz sem pensar duas vezes, mas o gesto 'inocente' de emprestar o isqueiro pode ter potenciado a disseminação do novo coronavírus

Aliás, Daniel Andrews culpa o ato pela propagação do vírus em Victoria, conforme avança um artigo publicado no jornal Mirror Online. 

"Não estamos a falar de um ato premeditado, mas sim de uma daquelas coisas que parecem inocentes e podem levar à transmissão do vírus. E isso prova o quanto este é infecioso", disse o chefe de governo de Victoria. 

Entretanto, Andrews acrescentou que partilhar boleias pode também ter levado a uma maior propagação do coronavírus

"Também parece existir uma probabilidade de que a partilha de boleia entre colegas de trabalho possa significar que ocorreu um contacto mais próximo do recomendado", afirmou. 

Enquanto Andrews sugere que ambas as ações podem ter intensificado e acelerado a propagação do SARS-CoV-2, ainda não é totalmente claro para os médicos e cientistas se fumar aumenta de facto o risco de contrair Covid-19. 

Alguns estudos sugerem inclusive que fumar diminui o risco de infeção, apesar da Organização Mundial de Saúde (OMS) sublinhar que não há informação suficiente que confirme essa inferência. 

A OMS disse em comunicado: "a Covid-19 continua a ser uma doença infeciosa que ataca primeiramente os pulmões". 

"Fumar debilita o funcionamento dos pulmões e faz com que o corpo tenha uma maior dificuldade em combater o coronavírus e outras doenças". 

"Vários estudos indicam também que os fumadores apresentam uma maior probabilidade de desenvolverem quadros graves de Covid-19 e de morrer da patologia", concluiu a OMS

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório