Meteorologia

  • 11 JULHO 2020
Tempo
30º
MIN 19º MÁX 36º

Edição

Popular medicamento para indigestão "acelera recuperação do coronavírus"

O fármaco é vendido em Portugal.

Popular medicamento para indigestão "acelera recuperação do coronavírus"

Após a toma de famotidina doentes com Covid-19 começaram a sentir-se melhor no espaço de 48 horas e os seus sintomas desapareceram passado duas semanas. Segundo os investigadores, alguns destes indivíduos estavam doentes há cerca de 26 dias antes de tomarem o medicamento. 

Contudo, o professor e líder do estudo Tobias Janowitz do Cold Spring Harbor Laboratory Cancer Center, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, alerta que a pesquisa preliminar com famotidina apenas envolveu 10 pessoas entre os 23 e os 71 anos.

O especialista aponta para a necessidade urgente da realização de um ensaio clínico mais amplo e rigoroso, de modo a entender se o medicamento pode ser de facto prescrito para tratar com segurança pacientes com Covid-19. 

Escassez

Vendedores como a Amazon estão com falta do fármaco no seu stock após informações terem sido divulgadas pelos meios de comunicação social de que idosos que haviam sobrevivido ao novo coronavírus SARS-CoV-2 na China o estariam a tomar. 

A famotidina pertence a uma classe de drogas denominadas de histamínicos-2 antagonistas de recetores, que atenuam a produção de ácido no estômago, sendo vendida nas farmácias para o tratamento de azia e indigestão. 

Janowitz, disse: “os dados apurados relativamente a estes 10 pacientes sugerem que a toma oral de uma dose elevada de famotidina é bem tolerada e está associada à melhoria de pacientes com Covid-19, que não necessitaram de internamento hospitalar". 

Os pacientes que integraram o ensaio clínico tomaram famotidina entre cinco a 21 dias. A dose administrada mais frequente foi de 80mg três vezes por dia. 

Consequentemente, os pacientes reportaram melhorias ao nível da respiração, tosse, cansaço, dores de cabeça, olfato e paladar. Três dos voluntários experienciaram efeitos secundários ligeiros. 

Ainda não está clara a forma como a famotidina opera. Os cientistas creem que poderá incapacitar o SARS-CoV-2 de alguma maneira ou alterar a resposta do sistema imunitário ao mesmo. 

Os resultados destes estudo preliminar foram publicados no periódico científico Gut

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório