Meteorologia

  • 01 JUNHO 2020
Tempo
23º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

Os gatos também podem ficar infetados com Sars-coV-2 (mas nada de pânico)

Um estudo recente realizado na China revela que os felinos também podem estar suscetíveis ao Sars-coV-2. Contudo, os especialistas alertam que não há motivo para os donos de felinos entrarem em pânico.

Os gatos também podem ficar infetados com Sars-coV-2 (mas nada de pânico)
Notícias ao Minuto

09:49 - 03/04/20 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Covid-19 nos animais

Um novo estudo, realizado por um grupo de investigadores chineses, conclui que os gatos são, afinal, suscetíveis de ser infetados com o novo coronavírus e conseguem, inclusive, infetarem-se uns aos outros, sem, contudo, apresentarem qualquer sintoma da doença.

Já os cães, porcos, galinhas e patos não mostraram ser afetados pela doença, segundo a mesma pesquisa, divulgada pela CNN

Contudo, os especialistas alertam que não há motivo para os donos de felinos entrarem em pânico, já que não existem atualmente quaisquer provas de que os animais possam realmente adoecer vítimas do novo coronavírus ou de morrer. 

"As pessoas podem e devem estar em contacto com os seus animais de estimação. O estudo chinês é extremamente recente e ainda não foi revisto pelos seus pares ou replicado novamente e tratou-se de uma experiência extrema. Os cientistas esguicharam uma dose altamente elevada do vírus para o interior das narinas dos felinos, ou seja, é um cenário extremamente artificial e que simplesmente não ocorre na vida real - ou muito dificilmente", explicou à CNN o médico John Williams, pediatra especializado em doenças infecciosas no hospital pediátrico da Universidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos. 

O que isto significa?

Será que o seu gato vai adoecer com Covid-19? Para os especialistas trata-se de um cenário altamente improvável, argumentando que se tal fosse verosímil já seriam conhecidas milhares de ocorrências em todo o mundo, tendo em conta a percentagem de seres humanos que está atualmente infetada com o novo coronavírus

Entretanto, em Hong Kong os animais que pertencem a pessoas doentes com Covid-19 estão a ser mantidos em quarentena, e foram apenas detetados dois casos de cães que testaram positivo. Porém, os cães não mostraram ter quaisquer sintomas durante o período de quarentena.

Todavia, e apesar de raro, a CNN aponta que na Bélgica um gato poderá ter contraído o vírus em março através do dono, que ficou infetado com Covid-19 após ter regressado de uma viagem a Itália. Mas ainda que o felino apresentasse problemas respiratórios e níveis elevados do vírus no vómito e nas fezes, a verdade é que os investigadores ainda não têm a certeza se adoeceu devido ao novo coronavírus ou a outra doença. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório