Meteorologia

  • 05 ABRIL 2020
Tempo
16º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

Continua a achar que o dinheiro não compra a felicidade? Ciência discorda

O estudo constatou que o ato de doar dinheiro para salvar uma vida suscitou felicidade, a princípio, mas os efeitos não duraram.

Continua a achar que o dinheiro não compra a felicidade? Ciência discorda

O dinheiro compra felicidade? Parece que sim, pelo menos para um pequeno grupo de estudantes universitários alemães que participaram num estudo sobre a ligação entre felicidade e altruísmo.

O estudo constatou que o ato de doar dinheiro para salvar uma vida suscitou felicidade, a princípio, mas os efeitos não duraram. Depois de um mês, os estudantes que doaram dinheiro ficaram menos felizes do que aqueles que optaram por manter o dinheiro para si. "O comportamento pró-social não aumenta inequivocamente a felicidade porque os gastos pró-sociais naturalmente exigem desistir de outra coisa, o que pode diminuir a felicidade", escreveram os autores do estudo, citados pela CNN.

Estes resultados vêm contrariar aquilo que se pensava anteriormente. Análises anteriores de scans cerebrais mostraram que ajudar os outros estimula os centros de recompensa do cérebro, inundando o sistema com substâncias químicas relacionadas com o bem-estar. O voluntariado, por exemplo, demonstrou minimizar o stress, melhorar a depressão, e até ajudar-nos a viver mais.

Leia Também: Ligação à natureza torna as crianças mais felizes e 'amigas do ambiente'

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório