Meteorologia

  • 06 ABRIL 2020
Tempo
15º
MIN 13º MÁX 18º

Edição

Efeito de Werther ou 'suicídio por imitação': Saiba mais sobre o fenómeno

Pesquisas alarmantes revelam que dependendo da forma como um caso de suicídio for noticiado pode fazer com que outras pessoas o imitem.

Efeito de Werther ou 'suicídio por imitação': Saiba mais sobre o fenómeno
Notícias ao Minuto

11:52 - 26/02/20 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Risco de suicídio

O Efeito de Werther é o nome dado ao fenómeno de contágio trágico – nomeadamente, quando ocorre um aumento no número de suicídios depois de um caso amplamente divulgado pelos meios de comunicação social.

De acordo com Karen Scavacini, psicóloga e diretora do Instituto Vita Alere, em São Paulo, no Brasil, em entrevista à revista Galileu, o ‘suicídio por imitação’ apenas ocorre quando o individuo que o perpetua já se encontra num estado intenso de vulnerabilidade emocional prévio.

A psicóloga refere ainda que há uma maior probabilidade do ‘suicídio por imitação’ suceder quando ocorre uma identificação com a pessoa que cometeu o ato, ou seja no caso de se tratar de um amigo, familiar ou personalidade pública. “Também depende de como é retratado na comunicação social, se for muito romantizado, trouxer informações simplistas ou dizer que a pessoa encontrou paz", alerta.

Para o psiquiatra Neury Botega um exemplo recente do Efeito de Werther adveio da série da Netflix ‘13 Reasons Why’, que conta a história de Hannah Baker uma estudante do secundário que acaba com a própria vida. Alguns estudos revelaram um aumento de suicídios entre indivíduos adolescentes logo nos meses após a a sua estreia.

Notícias ao Minuto13 Reasons Why© All Rights Reserved / Netflix

“O Efeito Werther realmente existe e essa série da Netflix cometeu muitos erros que os principais manuais orientam a não fazer”, explicou o psiquiatra Neury Botega, autor de diversos livros sobre suicídio, também em entrevista à revista Galileu.

O psiquiatra destaca, na sua opinião, vários problemas e erros que o programa cometeu, entre os quais: cada episódio culpabilizar uma pessoa ou um acontecimento, a glorificação de Hannah Baker e revelar detalhes sobre o método que usou para morrer. “Tudo isso é contrário às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS)", sublinha Botega.

Um estudo publicado no periódico científico JAMA Psiquiatry, divulgou que se registou um crescimento de 13% no número de suicídios de norte-americanos entre os 10 a 19 anos entre abril e junho de 2017, nos três meses após a série começar a ser transmitida.

O mesmo fenómeno parece ter lugar quando famosos cometem suicídio. Uma pesquisa partilhada na publicação PLOS One, apurou que os casos de suicídio nos Estados Unidos aumentaram após a morte autoinflingida do ator Robin Williams em 2014.

Segundo o estudo, nos cinco meses seguintes à morte de Williams registaram-se 10% mais casos que o considerado normal.

Já quando se trata do suicídio de pessoas próximas, como amigos e familiares, Botega realça que o problema se torna ainda mais preponderante e preocupante. “Pessoas que estão a fazer o luto de alguém que cometeu suicídio merecem uma atenção especial porque sofrem de sentimentos muitas vezes contraditórios. É uma sensação de culpa muito grande, muitas vezes uma vergonha ou receio de falar sobre o assunto com outras pessoas”, alerta o psiquiatra à Galileu.

Serviços telefónicos de apoio emocional e prevenção ao suicídio em Portugal

SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 800 209 899 (Número gratuito)

- Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (Número gratuito) e 210 027 159

SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020

- Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 080 707

- Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório