Meteorologia

  • 27 FEVEREIRO 2020
Tempo
10º
MIN 8º MÁX 19º

Edição

As quatro principais causas de morte súbita nos cães

Para os donos de cães, a perda do seu animal pode ser traumatizante. Infelizmente, a morte súbita é uma possibilidade e como o nome indica pode ocorrer subitamente mesmo nos cães que aparentam estar saudáveis.

As quatro principais causas de morte súbita nos cães
Notícias ao Minuto

08:00 - 23/01/20 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Morte súbita nos cães

De acordo com um artigo divulgado pela Biovet Vaxxinova, marca especializada em saúde animal, existem algumas causas que podem matar repentinamente um cão.

Conheça os quatro principais fatores por traz da morte súbita nos patudos e entenda como pode identificar o problema atempadamente e prevenir o pior. 

1. Problemas cardíacos

As doenças coronárias podem ser congénitas, como refere a Biovet, isto é o cão pode nascer já com o problema, tratar-se de um problema comum nessa raça e a idade também pode influenciar.

Já quando se trata de doenças adquiridas com o tempo, destaca-se a endocardiose ou doença valvular, que provoca a degeneração das válvulas cardíacas, e a cardiomiopatia dilatada. Mais ainda, arritmias e coágulos, também podem vitimizar os animais.

Os sintomas:

- Apatia;

- Cansaço extremo;

- Intolerância à atividade física;

- Tosse;

- Desmaios;

- Dificuldades respiratórias;

- Inchaço das patas;

- Língua roxa ou azulada.

2. Intoxicação

Tal como nos seres humanos a ingestão de substâncias tóxicas pode causar morte súbita nos cães. Produtos de limpeza, detergentes, inseticidas e até mesmo alguns alimentos podem provocar um choque anafilático

Sintomas de envenenamento:

- Vómitos;

- Febre;

- Diarreia;

- Convulsões;

- Tremores musculares;

- Dificuldades em manter-se em pé ou caminhar;

- Pupilas dilatadas;

- Aumento da frequência cardíaca.

3. Problemas digestivos

Se não forem controlados é normal que os cães comam mais do que devem. A Biovet alerta que o consumo de uma grande quantidade de alimentos pode provocar a fermentação do estômago, causando por sua vez excesso de gazes, a dilatação do órgão e dor.

Adicionalmente, e mais grave o animal pode experienciar a síndrome de torção ou dilatação gástrica, quando o estômago gira 'arrastando' outros órgãos que o rodeiam, comprimindo ainda os vasos sanguíneos e comprometendo a circulação. Trata-se de uma emergência veterinária que requer socorro imediato com intervenção cirúrgica e pode causar a morte súbita. 

Os sintomas:

- Vontade de vomitar;

- Inquietação;

- Salivação excessiva;

- Dificuldades respiratórias;

- Fraqueza dos membros inferiores. 

4. Hemorragia interna

A hemorragia ocorre por consequência de algum problema de saúde, como um cancro, ou por um trauma provocado por um acidente. A Biovet alerta que a hemorragia interna é uma das principais causas de morte súbita nos cães. A mudança repentina no comportamento do animal é um forte indício de que algo está bem.

- Gengivas sem cor;

- Respiração ofegante;

- Saída de sangue pelos orifícios;

- Letargia;

- Temperatura corporal baixa.

No caso de uma hemorragia ou de simplesmente suspeitar dessa possibilidade leve o cão de imediato às emergências veterinárias onde será submetido a uma cirurgia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório