Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 17º

Edição

Emagrecer a mastigar pastilha elástica: É possível?

A resposta mais correta, cientificamente, é talvez. Alguns estudos descobriram que pode ser útil, outros que não faz diferença.

Emagrecer a mastigar pastilha elástica: É possível?
Notícias ao Minuto

15:00 - 03/12/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Perder peso

Mastigar pastilha elástica não vai magicamente ajudá-lo a emagrecer. O ato em si não queima muitas calorias, e não vai 'aniquilar' as calorias que acabou de consumir. 

Ainda assim, para alguns indivíduos, a pastilha pode ser uma ótima estratégia quando se trata de perder peso, especialmente se inibir o consumo de snacks entre as principais refeições, e a substituir a sobremesa.

De acordo com a nutricionista Keri Gans, a pastilha pode ser uma ferramenta benéfica de duas maneiras. “Colocar algo açucarado na boca depois de comer pode sinalizar que a refeição acabou. Alguns precisam de algo doce no final de cada refeição e sentem a necessidade de comer uma sobremesa. A pastilha talvez consiga resolver o problema e ajudar a poupar as calorias que poderia ter consumido num gelado ou bolo", diz. 

Para outros, especialmente aqueles que anseiam por petiscar entre as refeições, mastigar pastilha elástica pode ajudar manter a 'boca ocupada'. Por exemplo, um estudo concluiu que a pastilha pode suprimir o apetite, especialmente o desejo de comer doces. Especificamente, aqueles que mastigaram a guloseima consumiram cerca de 40 calorias a menos na próxima refeição.

Contras

Noutras pesquisas, no entanto, a pastilha não pareceu influenciar o apetite ou a ingestão de alimentos. Além disso, as pessoas podem acabar por consumir mais calorias de alimentos menos nutritivos quando finalmente comem.

Por exemplo, numa experiência, mastigar pastilha regularmente por oito semanas não ajudou a facilitar a perda de peso em adultos com excesso de peso e obesidade.

O que essas descobertas podem sugerir é que os efeitos da pastilha podem diferir de pessoa para pessoa e depender da personalidade alimentar de cada um. “Se é alguém que trabalha em casa e se vê a vagar frequentemente pela cozinha, ou se visita com frequência a copa do escritório que está normalmente repleta com bolachas, salgados ou bolos, mastigar uma pastilha pode ajudar”, disse Gans.

E a pastilha não substituirá necessariamente o lanche da tarde, especialmente se já passou muito tempo desde que almoçou. Isto por que a guloseima não fornece energia, como comer um iogurte ou uma fruta, por exemplo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório