Meteorologia

  • 27 SETEMBRO 2020
Tempo
19º
MIN 16º MÁX 23º

Edição

Jejum intermitente. Três regras chave para emagrecer e não correr riscos

Em todo o mundo, milhões de pessoas que querem emagrecer tentam fazer jejum intermitente. Não comem durante horas e acreditam que vão conseguir perder peso com a prática. Todavia, nem sempre resulta.

Jejum intermitente. Três regras chave para emagrecer e não correr riscos
Notícias ao Minuto

15:00 - 25/11/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Jejum intermitente

A não ser que domine os verdadeiros pilares do jejum intermitente, nunca irá conseguir obter os resultados que deseja para realmente emagrecer com saúde.

Nesse sentido, a publicação Medical Daily revelou três regras básicas para emagrecer seguindo esse regime alimentar:

1. A importância de ter uma alimentação forte

Um dos maiores erros de quem faz jejum intermitente é ficar sem comer por um longo período de tempo, estando mal nutrido. Ou seja, pessoas que antes de seguirem essa dieta consumiam com frequência fast food, produtos altamente processados e pobres em nutrientes, e de um momento para o outro passam desse registo para a prática do jejum, o que é inevitavelmente uma receita para o fracasso. 

Antes de adotar o jejum intermitente como estilo de vida deve alimentar-se com 'comida verdadeira', que inclua carne, ovos, legumes, sementes e frutos secos. 

Quando está horas sem comer, o corpo tenta ter acesso aos stocks acumulados de gordura no organismo para suprir a energia necessária para se manter a funcionar. 

Se a sua alimentação for má, a sua condição metabólica irá por sua vez dificultar esse acesso do corpo aos stocks de gordura.

O resultado? Irá sentir mais fome e não conseguirá concluir o período de jejum.

2. Comece devagar e pelo mais fácil - o jejum intermitente 12h

Não vá com demasiada sede ao pote! Se nunca fez jejum e de repente tenta ficar 18 ou até 24 horas sem comer, o processo - sem surpresa - não irá correr bem. 

Praticar o jejum é uma habilidade que se aprende e que se domina com o tempo. 

A maneira mais fácil de começar a fazer o jejum intermitente para emagrecer é aproveitar o período de sono e dar 12 horas de intervalo entre o jantar e o pequeno-almoço. 

Por exemplo, algo tão simples quanto, uma vez por semana semana, jantar às 20h e tomar o pequeno-almoço às oito da manhã. 

A seguir? Aumente a prática para duas vezes por semana.

E depois? Amplie o tempo de jejum para 16 horas. O que significa jantar às 20h, saltar o pequeno-almoço, e almoçar ao meio-dia.

3. Entender a sensação de fome

O terceiro grande erro de quem quer saber como fazer jejum intermitente com o intuito de perder peso é confundir fome com vontade de comer.

Imagine que, durante toda a sua vida, sempre tomou o pequeno-almoço. Ou seja, trata-se de um hábito enraizado.

Quando está bem alimentado, o que acontece se não comer a primeira refeição do dia em determinado dia da semana? Ora, se realmente estiver bem nutrido dificilmente sentirá fome fisiológica.

Mas, poderá sentir a chamada 'fome psicológica', isto é a pura e simples vontade de comer.

Tal ocorre não por que o seu corpo necessita de nutrientes, mas sim por que está a sentir falta do hábito de comer alguma coisa naquele horário.

Aprenda a entender a sensação de fome para conseguir distinguir as duas coisas e dessa forma a prática do jejum intermitente será muito mais fácil.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório