Meteorologia

  • 08 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Ciência explica porque não deve gritar com o seu cão

Apesar de funcionar, este tipo de ações pode resultar em efeitos colaterais não intencionais.

Ciência explica porque não deve gritar com o seu cão

Para quem acaba de adoptar um cachorro, prepare-se. Existem muitas maneiras de corrigir comportamentos indesejados e promover bons comportamentos mas, nos últimos anos, o treino 'aversivo' tem vindo a ser superado pelo treino de 'reforço', baseado em recompensas.

De acordo com o estudo, que inclui autores portugueses da Universidade do Porto, o treino 'aversivo' é, para muitas pessoas, uma reação quase instintiva a um cão que se comporta mal, por exemplo, gritar quando o animal estraga alguma coisa. O cão, por sua vez, acaba por entender que não o pode fazer, temendo as consequências. Apesar de funcionar, este tipo de ações pode resultar em efeitos colaterais não intencionais.

Os investigadores analisaram as respostas ao stress em cachorros treinados com técnicas de 'aversão' e 'reforço'. A amostra contemplava 92 cães de sete escolas de treino diferentes que utilizaram um dos dois métodos. 

Os cães treinados pelo método 'aversivo' exibiram, significativamente, mais comportamentos de stress, como lamber os lábios, bocejar e levantar as patas. Isto acontecia durante e após o treino, o que sugere que os níveis elevados de stress dos cães não voltam ao normal, mesmo quando regressam a casa.

A acrescentar, os investigadores analisaram um conjunto extra de amostras dos níveis de hormonas de stress em cada animal.. Nos cães treinados pelo método 'aversivo', os níveis de cortisol - a hormona do stress - revelou-se bastante elevada.

Uma experiência adicional incumbiu os cães de procurar uma tigela que continha um petisco numa sala. Os cães foram treinados para saber que quando a tigela estava de um dos lados da sala, recebiam uma recompensa, mas que se a tigela estivesse do outro lado da sala, estaria vazia. 

A tigela foi, então, colocada em locais aleatórios na sala para verificar a reação dos cães. Os cachorros que passaram pelo treino de 'aversão' eram muito mais pessimistas e evitaram a tigela mais vezes. Os investigadores consideraram, por isso, que os cães mais stressados têm uma mentalidade mais depressiva.

Leia Também: Por que os cães cheiram o rabo uns dos outros?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório