Meteorologia

  • 14 DEZEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

Treinar em jejum. Sim ou não?

Ciência diz que sim.

Treinar em jejum. Sim ou não?

O jejum pode ser benéfico para quem pratica atividade física. Estes são os resultados de um estudo publicado no Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism, no qual investigadores das universidades de Bath e Birmingham, Inglaterra, acompanharam, durante seis semanas, trinta homens considerados obesos ou com excesso de peso.

A amostra foi dividida em três grupos: aqueles que tomaram o pequeno-almoço antes de fazer exercício físico, os que só comeram depois do treino e um grupo que não alterou o estilo de vida. No final do período de análise, verificou-se que aqueles que treinavam sem comer,  queimavam o dobro da quantidade de gordura em comparação com o grupo que se exercitava após o desjejum.

De acordo com a investigação, a razão remete para os níveis de insulina, que regula  a quantidade de glicose no sangue. Esses níveis encontram-se mais baixos após uma noite inteira sem comer. Como alternativa, o organismo usa gordura e músculos como combustível. 

Isto não significa necessariamente perda de peso. Mas a prática pode ser benéfica para a saúde noutros aspectos – os voluntários que treinavam em jejum respondiam melhor à insulina, mantendo os níveis de açúcar no sangue sob controlo. A longo prazo, é importante para prevenir diabetes e doenças cardiovasculares, por exemplo.  

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório