Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

Saiba como emagrecer e tonificar os músculos a passear o cão

Sair para dar uma volta com o seu patudo, a um ritmo mais acelerado, ajuda a perder peso, a ficar com os músculos mais definidos, melhora a resistência física e combate o stress.

Saiba como emagrecer e tonificar os músculos a passear o cão
Notícias ao Minuto

11:30 - 18/10/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Passear o cão

Passear o seu patudo pode ser o primeiro passo para combater o sedentarismo. Só necessita de ter um pouco de foco. “A caminhada deve durar no mínimo 20 minutos, a um ritmo constante e um pouco acelerado de modo a que se torne difícil manter uma conversa, para ser considerada um exercício e ter efeitos fisiológicos no corpo humano”, explica a PT Iracema Braun à Globo, fundadora da empresa The DogRunner, assessoria desportiva, no Brasil, que incentiva a integração entre donos e animais de estimação.

Segundo a especialista, com o tempo e mantendo a regularidade nos passeios, irá colher benefícios, como emagrecimento, aumento da capacidade cardiovascular, aumento da disposição e músculos mais fortes e resistentes. Para o animal, as vantagens também são muitas. “Ocorre a melhoria da circulação sanguínea, frequência cardíaca, função pulmonar, resistência muscular e articular e manutenção do peso corporal. E deixa ainda o cão mais tranquilo e sociável”, explica Renata Achkar também à Globo, responsável pela área de fisioterapia veterinária no hospital PetCare.  

Passeio de fôlego

Além dos benefícios físicos, a companhia do cão nos treinos fortalece os laços afetivos entre o dono e o animal, combate o stress e a depressão. “Exercitar-se na companhia de um animal deixa a pessoa mais motivada, alegre e com a autoestima mais elevada”, garante a PT. Para o bichinho, também é uma festa. “Acostumando desde cedo e transformando o passeio num momento de prazer, após algum tempo, basta calçar os ténis que o cão vai perceber que está na hora do passeio diário”. 

'Feitos' para praticar exercício

Teoricamente, todas as raças podem exercitar-se com os donos. Mas algumas têm uma genética mais adequada, especialmente se o ritmo da atividade for intenso. Galgos, whippets, huskies e border collies são corredores natos. Os cães sem raça definida ou rafeiros também se costumam adaptar bem à atividade física. Já bulldogs e pugs e outros de nariz achatado em geral cansam-se facilmente e não aguentam exercícios prolongados. “Fique atenta ao ritmo da caminhada e ao comportamento do animal. Se estiver muito ofegante ou com uma postura que demonstre cansaço, diminua as passadas e ofereça água fresca”, aconselha Braun. Dependendo da resposta do seu companheiro, os passeios podem ser feitos todos os dias, de preferência no mesmo horário, para que o cão crie uma rotina e tenha 24 horas de descanso.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório