Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2019
Tempo
11º
MIN 9º MÁX 15º

Edição

O que leva na marmita? Seis alimentos que jamais devem ser reaquecidos

Aproveitar as 'sobras' do jantar ou do almoço para comer numa outra refeição é uma solução prática e que evita o desperdício. Porém alguns alimentos não devem ser aquecidos novamente, já que o processo pode causar mal estar ou outros problemas de saúde.

O que leva na marmita? Seis alimentos que jamais devem ser reaquecidos

Em tempos de marmitas a todo vapor, tendemos a acreditar que todo e qualquer alimento pode ser reaquecido e consumido normalmente. Contudo, não é bem assim que as coisas funcionam, como revela a publicação Mega Curioso, e alguns simplesmente não devem ser submetidos a esse processo ou quando o são necessitam de atenção extra.

Descubra a seguir que alimentos são esses:

1. Frango

Aves em geral têm determinadas quantidades de salmonela, assim como os seus ovos. Para quem costuma reaquecer frango no micro-ondas, fica o alerta: o alimento colocado nesse tipo de forno não aquece como um todo, o que significa que algumas partes ficam quentes antes de outras. No caso do frango, o conselho é virar os pedaços de carne de tempos em tempos, para que todo o alimento fique realmente quente.

Em relação aos outros tipos de carne, o frango tem muito mais proteína, e a proteína reaquecida é algo que pode provocar desconfortos estomacais.

2. Arroz

A questão aqui deve-se sobretudo ao armazenamento do arroz. Se este fica à temperatura ambiente, pode produzir substâncias tóxicas, que provocam problemas intestinais. Depois de cozido, deixe que arrefeça e, de seguida, guarde-o num recipiente fechado no frigorífico. 

3. Batata

Novamente é importante ter muita atenção à forma como se armazena o alimento. Se deixada por muito tempo à temperatura ambiente, a batata pode originar o crescimento da bactéria Clostridium botulinum, responsável pelo botulismo. Coloque sempre as batatas que sobram no frigorífico. 

4. Cogumelos

Se não forem armazenados adequadamente e colocados no frigorífico, este alimento está propício a uma rápida proliferação de bactérias. Detalhe: depois de cozidos, os cogumelos só podem ser reaquecidos no período máximo de 24 horas.

5. Espinafres e outros vegetais

Dependendo de onde o espinafres e outras folhas verdes são cultivados, é possível que tenham uma alta concentração de nitratos, que podem transformar-se em nitritos e, então, em nitrosamina, uma substância cancerígena.

Essa mesma substância pode dar início à chamada 'síndrome do bebé azul', que faz com que as crianças tenham problemas sanguíneos. A dica é: não reaqueça os espinafres e folhas verdes.

6. Ovos

São uma fonte de proteína fantástica, mas podem provocar também doenças graves quando ficam expostos a temperaturas elevadas. Depois de cozidos, estrelados ou mexidos, reaquecer os ovos pode ser bastante prejudicial para o seu sistema digestivo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório