Meteorologia

  • 06 DEZEMBRO 2019
Tempo
12º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Noites quentes. Especialistas esclarecem dúvidas sobre o sexo anal

Médicos destacam a necessidade de usar preservativo e sugerem ainda o uso de lubrificantes.

Noites quentes. Especialistas esclarecem dúvidas sobre o sexo anal
Notícias ao Minuto

22:00 - 05/09/19 por Notícias Ao Minuto 

Lifestyle Sexo anal

Falar sobre sexo anal é praticamente tabu. Essa prática sexual está envolta em mitos, medos e dúvidas. Enquanto desperta curiosidade em algumas mulheres, noutras causa apenas receio e até aversão. Para desmistificar tudo o que diz respeito ao sexo anal, a edição norte-americana da revista 'Cosmopolitan' ouviu médicos especialistas sobre os cuidados que a mulher deve tomar se decidir experimentar esta prática.

O médico Michael Krychman explica que clinicamente não há razões para não praticar sexo anal. No entanto, é preciso seguir medidas de segurança simples, como o uso de preservativo, já que os riscos de contrair alguma doença sexualmente transmissível são ligeiramente maiores no ato. Além disso, é necessário ter muito cuidado e lembrar-se sempre de trocar a preservativo se for passar do sexo anal para o vaginal.

A médica Alyssa Dweck também concorda com a opinião do médico, explicando que não há problema algum em praticar sexo anal do ponto de vista médico. E, além de enfatizar a necessidade do uso do preservativo, Alyssa ainda completa que é importante apostar num bom lubrificante para que o ato seja indolor. 

Segundo a médica Jennifer Gunter, a utilização de lubrificantes e do preservativo tornam o sexo anal seguro, apontando ainda que a prática pode ser inclusive bastante prazerosa devido às inúmeras terminações nervosas presentes na região.

Já a médica Karen Elizabeth Boyle destaca que os riscos de HPV podem ser maiores no caso de uma penetração no ânus, por isso o uso de preservativo segue como indicação principal dos especialistas a mulheres que desejam praticar a ação.

O mesmo ponto é reforçado pela clínica Vanessa Cullins, que afirma que os riscos de transmissão de doenças e infecções são maiores no sexo anal do que no sexo vaginal. Embora não tenha de se preocupar com uma gravidez indesejada, o ato deve sempre contar com o uso do preservativo para garantir uma prática saudável e livre de riscos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório