Meteorologia

  • 28 OUTUBRO 2020
Tempo
18º
MIN 14º MÁX 20º

Edição

Pressão arterial no limite. Seis alimentos inusitados contra hipertensão

Determinados grãos, frutas e sementes chamam a atenção da ciência por atuar na prevenção e no controlo da hipertensão.

Pressão arterial no limite. Seis alimentos inusitados contra hipertensão

'Assassino silencioso', assim é designada a hipertensão pela Organização Mundial de Saúde (OMS). O motivo é tão singelo quanto assustador: 90% das pessoas com pressão arterial elevada não apresentam sintomas e, como consequência, podem receber o diagnóstico só depois de sofrer um derrame cerebral ou um ataque cardíaco.

Todavia a condição, e ainda bem, pode ser evitada.

Na maioria dos casos para garantir o bom funcionamento dos vasos sanguíneos basta visitar regularmente o cardiologista e ter alguns cuidados com a alimentação.

Eis seis alimentos que previnem e combatem ativamente a pressão alta:

1. Farelo de trigo

Os grãos e cereais integrais devem ser consumidos diariamente para impedir o entupimento das artérias. São ótimas fontes de fibras, compostos que dificultam a absorção de gorduras e do colesterol mau, o LDL.

E no que toca a hipertensão o trigo tem especial destaque. O farelo oferece, além das fibras, magnésio, zinco e vitaminas do complexo B, que tem um impacto direto na desobstrução dos vasos sanguíneos.

2. Morangos, amoras e framboesas

Ao longo de 14 anos, cientistas das universidades de East Anglia, no Reino Unido, e de Harvard, nos Estados Unidos, acompanharam os hábitos de cerca de 156 mil pessoas. Tendo notado uma queda de 8% no risco de hipertensão entre os fãs de morangos e outras frutas vermelhas. O mérito parece vir de um antioxidante que dá cor a esses alimentos, a antocianina que atua na redução das moléculas do LDL, no aumento do HDL, o colesterol bom, o que beneficia a circulação.

3. Sementes de abóbora

Esta pequena semente está repleta de nutrientes, entre eles destaca-se o potássio, mineral famoso por melhorar a elasticidade dos vasos. Vale exaltar também a presença das vitaminas A e E, fibras, magnésio e gorduras boas grandes aliados da saúde cardiovascular.

4. Clara do ovo

Uma pesquisa da Universidade Autónoma de Madrid, em Espanha, constatou que trechos de proteínas da clara do ovo têm uma surpreendente propriedade vasodilatadora – dependendo dos aminoácidos selecionados, as artérias chegam a relaxar 70% a mais.

5. Soja

A isoflavona é uma famosa por silenciar os sintomas indesejados da menopausa e por aliviar o ‘tráfego’ sanguíneo. A isoflavona impede que fatores de agressão para as artérias, como o colesterol e a glicose, estimulem a formação de placas na sua camada interna, protegendo-as contra entupimentos, consequentemente o sangue flui mais facilmente e a pressão tende a permanecer dentro dos níveis considerados saudáveis.

6. Melancia

Para quem já está com a pressão no limite, trata-se de um alimento que deve incluir já na dieta. A sugestão vem de investigadores da Universidade estadual da Florida, nos Estados Unidos, após observarem o efeito de doses diárias do extrato da fruta em indivíduos com pré-hipertensão, o estágio que antecede a doença propriamente dita, durante seis semanas. O responsável pela ‘façanha’ é uma substância altamente presente na melancia, a l-citrulina. No corpo, esta transforma-se noutra molécula que contribui para a formação do óxido nítrico, um gás natural que relaxa a parede dos vasos sanguíneos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório