Meteorologia

  • 19 JUNHO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 19º

Edição

Smartphones serão capazes de detetar Alzheimer 30 anos antes de aparecer

Cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, criaram um sistema que recorre a auriculares de realidade virtual, capazes de detetar a doença de Alzheimer 30 anos antes dos primeiros sintomas se manifestarem e esperam transferir essa aplicação para os smartphones nos próximos cinco anos.

Smartphones serão capazes de detetar Alzheimer 30 anos antes de aparecer

Telemóveis serão capazes de identificar Alzheimer 30 anos antes da doença se manifestar nos indivíduos, garante uma equipa de investigadores britânicos.

A experiência que está a ser realizada atualmente recorre a auriculares de realidade virtual que examinam a capacidade de memória dos utilizadores e o sentido de orientação – sendo que estes dois elementos são os primeiros a afetarem doentes de Alzheimer e de outros tipos de demência.

Os cientistas sublinham que o novo aparelho tem uma taxa de precisão de 90%, comparativamente a 50% dos métodos tradicionais que recorrem sobretudo ao senso comum e conhecimento dos médicos, e a questionários aplicados aos doentes.

Os especialistas acreditam que estes headsets poderão ser ligados a smarthpones e a outros aparelhos eletrónicos como tablets nos próximos cinco anos.

O professor e investigador Dennis Chan da Universidade de Cambridge – que desenvolveu a técnica para examinar 86 pacientes idosos – disse em declarações à publicação britânica The Independent: “não queremos continuar a realizar questionários que simplesmente na maioria dos casos não funcionam”.

“A demência não se pode ‘esconder’ destes testes”

“Este aparelho é capaz de analisar a alteração de comportamentos. O sentido de orientação é normalmente uma das primeiras caraterísticas que é afetada. Começa a escolher rotas alternativas ou a voltar atrás por que se enganou?”.

“Trata-se de um sinal de alarme precoce. E não, não é possível esconder a demência destes testes. Nos próximos cinco anos esperamos conseguir incorporá-los em smartphones”, conclui Dennis Chan.

A doença de Alzheimer afeta 90 mil portugueses, número que deverá duplicar nos próximos 30 anos.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório