Meteorologia

  • 23 AGOSTO 2019
Tempo
--º
MIN --º MÁX --º

Edição

Com ou sem cinto: Viajar no banco de trás não é mais seguro, diz estudo

Ao sentar-se no lugar do condutor ou do passageiro num carro, provavelmente coloca o cinto de segurança. Ou pelo menos é com certeza aquilo que deveria fazer.

Com ou sem cinto: Viajar no banco de trás não é mais seguro, diz estudo

Todavia, faz o mesmo quando se senta no banco de trás? E se a resposta é não, é por que muito provavelmente acha que não corre tanto perigo caso sofra um acidente?

Um novo estudo do Instituto de Seguros para Segurança nas Autoestradas nos Estados Unidos (IIHS) analisa as consequências dos acidentes de trânsito para os passageiros que se sentam no banco de trás.

Segundo o relatório desta organização, publicado em abril deste ano, e divulgado pela BBC News, viajar no banco de trás não é de todo mais seguro.

Nem mesmo quando usa o cinto de segurança.

Lesões no peito

O IIHS alerta que recentemente os fabricantes de automóveis têm procurado ativamente melhorar as medidas de segurança para o motorista e o passageiro que se senta na parte da frente do carro, mas que por sua vez deixaram de lado os outros passageiros.

Nos carros fabricados nos Estados Unidos a partir do ano 2000, os passageiros da frente têm a proteção dos airbags dianteiros e laterais, além de um mecanismo de tensionadores e limitadores de força com o qual os cintos de segurança seguram o passageiro em caso de colisão.

De acordo com o estudo da IIHS, os assentos traseiros carecem desses recursos de segurança.

O instituto analisou dados sobre acidentes automobilísticos ocorridos entre 2004 e 2015 de dois bancos de dados do Departamento de Transportes dos EUA.

Em 117 acidentes em que passageiros que estavam na parte de trás dos veículos morreram ou ficaram gravemente feridos, o IIHS constatou que as lesões mais comuns eram no tórax.

E surpreendentemente, em muitos casos, os passageiros sentados no banco de trás ficaram com lesões mais graves que os da frente.

O IIHS acredita que seja possível evitar a morte de passageiros do banco de trás em diversos casos.

"Os cintos podem impedir que um passageiro sentado na parte de trás colida com o interior do veículo, mas cintos sem limitadores de força podem causar lesões no peito", alerta o instituto.

"São necessários sistemas de contenção (segurança) mais sofisticados também na parte de trás do veículo", acrescenta.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório