Meteorologia

  • 25 MAIO 2019
Tempo
22º
MIN 20º MÁX 24º

Edição

Poluição atmosférica diminui até 20 vezes esperança de vida infantil

Crianças do sul da Ásia serão seis vezes mais prejudicadas, comparativamente às dos países desenvolvidos; entre os adultos, a poluição atmosférica mata mais do que a malária e acidentes de trânsito.

Poluição atmosférica diminui até 20 vezes esperança de vida infantil
Notícias ao Minuto

20:07 - 08/04/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Ar que mata

A expectativa de vida infantil pode ser encurtada em até 20 meses devido à inalação do ar tóxico na atmosfera. A estimativa foi publicada num estudo anual da organização não governamental State of Global Air (Soga), e divulgado pela revista VEJA. No sul da Ásia, a região é a mais prejudicada, e as crianças podem ter a sua expectativa de vida encurtada em até 30 meses.

Já na África Subsaariana os danos são de 24 meses. Os números acima da média são fruto da poluição externa causada pelos carros e pela indústria e do ar ‘sujo’ dentro das residências, com a utilização de combustíveis fósseis para cozinhar e aquecer as casas.

O leste asiático também deve ter danos acima da média, com a vida das crianças encurtada em até 23 meses. Já nos países desenvolvidos, os prejuízos não chegam aos cinco meses.

“O facto da vida das nossas crianças estar a ser abreviada foi um choque para mim”, declarou ao jornal The Guardian, Robert O’Keefe, o vice-presidente do Instituto de Efeitos para Saúde, que produziu o relatório para a Soga. “Não existe uma fórmula mágica, mas os governos deveriam estar a tomar mais ações de prevenção”, criticou.

“Este é mais um elemento que denuncia como o ar poluído impacta a saúde dos grupos mais vulneráveis da sociedade, especialmente as crianças”, declarou Alastair Harper, o chefe de campanhas da Unicef do Reino Unido.

“As evidências continuam a mostrar a relação entre a exposição ao ar tóxico e a um menor peso dos fetos, um pior desenvolvimento dos pulmões e asma infantil”, detalhou Harper ao Guardian.

Apesar do estudo focar nas ameaças às crianças, com pulmões mais suscetíveis a danos para a vida toda, os adultos também estão expostos aos riscos do ar poluído. Atualmente, nove das 10 mortes atribuídas à poluição atmosférica são de pessoas acima dos 50 anos.

Os dados da Soga ainda informam que a poluição do ar já é um fator determinante de uma entre dez mortes registadas em 2017, o que torna o problema mais letal que a malária e acidentes de trânsito e comparável ao cigarro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório