Meteorologia

  • 23 ABRIL 2019
Tempo
12º
MIN 11º MÁX 12º

Edição

Foi aprovado o primeiro medicamento para tratar depressão pós-parto

A Agência Norte-Americana de Alimentos e de Medicamentos (FDA) aprovou pela primeira na história, uma droga específica para o tratamento da depressão pós-parto.

Foi aprovado o primeiro medicamento para tratar depressão pós-parto
Notícias ao Minuto

14:30 - 25/03/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Saúde mental

Os especialistas sublinham que a descoberta de um fármaco para tratar o problema do foro mental tão comum entre as mulheres, oferece não só uma nova esperança para as mães recentes como para os médicos.

Na terça-feira, da última semana a FDA anunciou que aprovou uma infusão intravenosa da droga brexanolone, que será vendida como Zulresso. Até ao momento a substância foi utilizada em inúmeros ensaios clínicos e provou tratar numa questão de horas vários sintomas associados à depressão pós-parto, uma condição mental séria que afeta uma em cada nove mães.

“A depressão pós-parto é uma condição extremamente séria, que no seu estado mais severo, pode colocar a vida em risco. As mulheres podem experienciar pensamentos que as incentivam a magoarem-se fisicamente ou até a criança. A depressão pós-parto pode inclusive interferir com a ligação tão natural e quase inata entre a mãe e o bebé. Trata-se da primeira vez que uma droga foi especificamente aprovada para tratar a depressão pós-parto, disponibilizando assim uma nova opção viável e eficaz de terapia”, explicou a médica Tiffany Farchione, diretora da Divisão de Produtos de Psiquiatria no Centro de Avaliação de Fármacos e Pesquisa da FDA, em declarações à CNN.

O tratamento é administrado numa única dose intravenosa com duração de 60 horas, tendo sido detetados efeitos secundários mínimos, tais como dores de cabeça, tonturas ou sonolência excessiva, e por vezes a perda súbita de consciência.

A medicação estará disponível a partir de junho, de acordo com Jeff Jonas, CEO da companhia farmacêutica com base em Massachusetts, nos Estados Unidos, que está a desenvolver o fármaco. Ainda não há previsão para quando o Zulresso estará disponível noutros países.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório