Meteorologia

  • 25 MARçO 2019
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

O fruto seco 'milagroso' que protege contra morte prematura

Se tem o hábito de comer metade de um punhado de nozes por dia, então saiba que está a reduzir significativamente o risco de sofrer uma morte precoce, segundo um novo estudo realizado na Holanda.

O fruto seco 'milagroso' que protege contra morte prematura
Notícias ao Minuto

08:00 - 15/03/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Superalimento

Pesquisas anteriores já tinham estabelecido uma relação positiva entre o consumo de nozes com uma ótima saúde cardiovascular, mas esta é a primeira que foi testado o efeito deste fruto seco no desenvolvimento de determinadas doenças.

Após dez anos de pesquisa, os cientistas da universidade de Maastricht concluíram que as pessoas que consumiram diariamente pelo menos 10 gramas de nozes ou de amendoins registaram um risco menor de morte precoce de 23%.

Entretanto, o estudo concluiu também que o consumo de manteiga de amendoim não traz nenhum benefício em termos de redução do risco de morte por conter níveis elevados de sal e de gorduras transgénicas.

Mas afinal, quais são os superpoderes da noz?

Este popular fruto seco contém:

- Ácidos graxos monoinsaturados e polinsaturados;

- Vitaminas de diversos tipos;

- Fibras;

- Antioxidantes;

- Outros compostos bioativos.

O estudo analisou dados sobre a dieta alimentar e o estilo de vida fornecidos por 120 mil homens e mulheres holandeses de idades que variavam entre os 55 e os 69 anos. Dez anos depois, os cientistas analisaram o índice de mortalidade do grupo.

O risco de morte prematura causada por cancro, diabetes, doenças respiratórias e neurodegenerativas era menor entre o grupo que consumia nozes regularmente.

Os investigadores identificaram um risco 23% menor de mortalidade no período de 10 anos provocada por todo o tipo de doenças, com uma redução de:

- 45% por doenças neurodegenerativas;

- 39% por doenças respiratórias;

- 30% por diabetes.

Piet van den Brandt, líder do estudo publicado no periódico científico International Journal of Epidemiology, disse que foi "impressionante notar uma redução significativa da mortalidade mesmo entre os que consumiam diariamente uma média de 15 gramas de nozes e amendoins”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório