Meteorologia

  • 22 ABRIL 2019
Tempo
18º
MIN 15º MÁX 21º

Edição

Esquece de imediato o que ía fazer ao mudar de divisão?

Está deitado no sofá e, de repente, lembra-se de ir buscar o telemóvel, que deixou no quarto. Abandona o lugar e caminha em direção a essa assoalhada e assim que lá chega dá-lhe uma ‘branca’ - ‘O que vim mesmo fazer aqui?’.

Esquece de imediato o que ía fazer ao mudar de divisão?
Notícias ao Minuto

08:00 - 08/03/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Cérebro humano

Por mais bizarro que pareça, este fenómeno de esquecimento súbito é totalmente comum e normal.

O fénómeno denominado de ‘Doorway Effect’ ou ‘Efeito de sair porta fora’, é o provoca esses esquecimentos instantâneos.

Porém, as notícias são boas! Tal é um sinal de o nosso cérebro está a trabalhar normalmente.

O cérebro é realmente uma máquina – e das boas

Veja o cérebro como um computador extremamente potente, capaz de realizar muitas tarefas ao mesmo tempo.

Em 2011, um grupo de investigadores descobriu que esse súbito esquecimento que nos acomete de vez em quando é, na verdade, culpa desses programas cerebrais. Para efeitos daquela pesquisa, os académicos analisaram 55 universitários, aos quais foi pedido que participassem num jogo realidade virtual, que consistia, basicamente, em carregar objetos em algumas divisões.

De vez em quando, a imagem de um objeto aleatório surgia no ecrã do computador, e foi pedido aos participantes que dissessem se aquele objeto era o que eles estavam a carregar no momento atual ou se era um dos que já haviam carregado. Num outro momento do teste, os participantes encontravam-se num ambiente diferente e os objetos que carregavam eram escondidos numa caixa.

Resultados da pesquisa

Nas duas situações, o simples ato de ir de uma divisão para a outra foi suficiente para que os universitários esquecessem o que estavam a fazer. Mais ainda, os investigadores descobriram que não se trata da distância percorrida pelos participantes, mas sim do ato de atravessar uma porta.

Ao que parece o cérebro interpreta a passagem de uma assoalhada para a outra como um ponto de corte, capaz de interromper, inclusive, a memória que transportávamos. Isso pode ter a ver com a necessidade cerebral de criar um novo contexto num ambiente diferente.

Ao visitar a nova divisão, o cérebro está ligado a questões relacionadas à consciência espacial, à memória e ao movimento. A questão é que, por mais que sejamos uma máquina ultramoderna e capacitada, atrapalhamo-nos nesses momentos que envolvem vários mecanismos, e então a memória ‘foge’.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório