Meteorologia

  • 15 OUTUBRO 2019
Tempo
20º
MIN 12º MÁX 20º

Edição

Já treinou? As vantagens e desvantagens de se exercitar à noite

Treinar durante a noite já não é algo tão raro de se ver, comparativamente há alguns anos. Seja nos parques, na rua ou no ginásio, existem muitas opções para quem deseja manter-se ativo durante o período noturno. Mas será que treinar à noite faz bem ou faz mal?

Já treinou? As vantagens e desvantagens de se exercitar à noite

Praticar exercício físico à noite acarreta as suas vantagens.

Relativamente à temperatura ambiente, geralmente esta é mais agradável durante o período noturno, sobretudo nos dias mais quentes de verão.

Nestas condições, a pessoa tende a treinar com mais facilidade e a obter resultados mais favoráveis, visto que o clima quente é um dos fatores que mais influenciam negativamente o desempenho físico no treino.

Outro benefício está relacionado com os níveis hormonais, é justamente neste período em que o corpo atinge o seu nível máximo. Ou seja, as condições fisiológicas do organismo encontram-se perfeitas para uma ótima performance.

Um estudo realizado pela Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, apurou que os treinos noturnos favorecem o aumento da massa muscular, para além de melhorarem a resistência física dos indivíduos.

Outra vantagem dos treinos noturnos está no número menor de obstáculos urbanos, sobretudo para quem opta por correr ou treinar na rua. Durante a noite, o número de pedestres e veículos é infinitamente menor do que durante o dia, ou seja, isso facilita e muito na realização de um treino mais confortável, com menos interrupções e distrações.

Desvantagens

Os especialistas alertam que treinar à noite pode prejudicar a qualidade do sono, especialmente entre aqueles que já sofrem de insónias. Nomeadamente, a atividade física intensa no período que antecede até quatro horas o momento de dormir.

O exercício dispara os níveis de adrenalina no corpo e no cérebro, acionando hormonas como a serotonina, que promove o bem estar, mas também a hormona do stress conhecida por cortisol. Ou seja, os indivíduos acabam por permanecer despertos e em estado de alerta por mais tempo, o que faz com que o corpo não consiga alcançar a fase do sono profundo conhecida como REM.

Se sofre de distúrbios do sono e ainda assim não consegue praticar exercício físico durante o dia, então opte por realizar atividades como caminhadas, yoga, pilates, alongamentos e treinos moderados. Lembre-se que preservar o sono é essencial tanto para a saúde física como a mental. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório