Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Numa dieta, não renuncie aos pratos de massa. Faça assim

Dieta significa saladas todos os dias? Não, de todo. Há que saber comer, seguindo uma alimentação equilibrada e o mais variada possível.

Numa dieta, não renuncie aos pratos de massa. Faça assim
Notícias ao Minuto

09:30 - 19/11/18 por Mariana Botelho 

Lifestyle Cuidados Alimentares

Muitas dietas (ou mudanças alimentares) não são levadas a término porque quem a segue se sente demasiado limitado. Para quem estava habituado a uma alimentação muito rica em hidratos e gorduras e passa a verduras, é normal e até esperado que se sinta desmotivado e numa missão a que é obrigado de cada vez que se senta à mesa.

O resultado? À primeira oportunidade desleixa-se e volta às refeições que lhe dão prazer. Este é o comportamento mais comum com que se deparam nutricionistas e dietistas que sabem com o contornar: basta apresentar opções alternativas que sejam saudáveis mas não completamente opostas ao que se comia. Mas antes de qualquer nova receita, há que desmistificar o mito de que comer saudável se limita a comer saladas. Não o é, de todo. Pelo contrário, já que o que comummente acontece nestes casos é optar-se por um prato incompleto e pouco nutritivo. O resultado? Passada uma hora está-se com fome, e em vez de manter os limites, opta-se por algo que o faça sair da linha.

Dito isto, é nos pratos de massas que nos focamos. Este que é um dos pratos mais versáteis favoritos dos italianos (e dos estudantes universitários) pode e deve fazer parte da refeição de quem quer comer bem e de forma equilibrada. E sim, servir uma massa 'saudável' num jantar de amigos será uma muito boa opção, não vai ter de preparar uma versão para si, que quer perder peso, e outra para os seus convidados. Basta saber como preparar tal prato e como orientação damos-lhe algumas simples dicas:

1. Proteína na massa, sempre!

O prato tem de ser nutricionalmente completo, leia-se, não pode faltar hidratos de carbono, legumes ou vegetais e proteína. Ovos, carne, salmão são apenas algumas das muitas opções que devem completar um quarto do prato. Mais: a massa em si não é muito calórica, mas sem a presença de proteína e fibra fará com que o corpo absorva demasiado açúcar por culpa do amido presente nestes hidratos de carbono;

2. Não tema a gordura

Há gorduras boas, e reconhecê-lo faz parte do processo de quebrar os mitos associados à alimentação. Azeite ou abacate são exemplos de gorduras boas que ajudam a reduzir o colesterol elevado e aí afastar o risco de diabetes tipo 2. Não só é benéfico como necessário, desde que nas doses certas.

3. Aposte nas verduras

Se a proteína deve encher 1/4 do seu prato, as verduras devem completar metade da sua dose. Esta é uma simples forma de garantir a ingestão de fibra que é essencial mas frequentemente descurada. E nesta metade do prato pode inserir variadas verduras, desde alface e espinafres a tomates ou cebola.

4. A massa branca não é a inimiga

Defende-se muitas vezes a preferência pela massa integral, que é rica em fibra e nos deixa saciados por mais tempo. De facto, o processo de produção desta massa passa por preferir a camada mais externa do cereal, que é onde se encontra a maioria dos nutrientes, ou seja, na massa branca é possível que perca o consumo de certas vitaminas e principalmente fibra, contudo, este não é um alimento totalmente vazio de nutrientes, por isso, se de vez em quando optar por massa branca, não pense que está a deitar tudo a perder, garanta apenas que o seu corpo consome fibra e proteína por outras fontes, no mesmo prato.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório