Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 12º

Edição

Diabetes no futebol profissional. É possível ou limitativo?

Contra os sintomas de hiperatividade e défice de atenção no adulto, apostar no coaching parece ter efeitos positivos. É nesta terapia que se foca a Unidade Psiquiátrica Privada de Coimbra.

Diabetes no futebol profissional. É possível ou limitativo?
Notícias ao Minuto

20:00 - 14/11/18 por Notícias ao Minuto 

Lifestyle Diabetes no Desporto

José Ignacio Fernández Iglesias, ou Nacho, como é mais conhecido o jogador do Real Madrid, admitiu em 2016 que sofria de diabetes. No vasto mundo do futebol, o jogador espanhol não será certamente o único a sofrer de tal condição e se em Portugal cerca de um milhão com mais de 30 anos sofre de diabetes, é bem provável que alguns destes diabéticos também joguem futebol.

Sabes-e que esta doença afeta a visão, saúde oral e outros aspetos. Mas tais limitações afetam a prática de desporto? Se sim, impede que se siga esta vertente profissionalmente?

Segundo Daniel Atkinson, diretor clínico da treated.com, serviço de saúde online, “ter diabetes não é um impedimento para se ser atleta ou praticar desporto. Aliás, vários atletas com diabetes conquistaram prémios em olimpíadas e campeonatos mundiais”.

Apesar disso, e como acontece com qualquer diabético, o certo é que devem ter as devidas precauções e formas de prevenção, a começar pela alimentação, que deve evitar ao máximo os açúcares refinados, mas não as calorias que devem garantir através de hidratos de carbono complexos que permitam libertar energia lentamente, o que ajuda a evitar a hipoglicemia (comum em quem tem diabetes e pratica desporto, como apontam os especialistas).

Caso se fale do caso de jogadores profissionais, a quem é exigido um esforço bastante intenso a nível de atividade física, é essencial que se siga de um plano detalhado que garanta que se mantém os níveis de açúcar no sangue estáveis.

Quanto a especificações gerais a todos os que sofram de diabetes e joguem futebol, a treated.com recomenda o uso de calçado confortável, já que há probabilidade de dores e problemas nos pés (esqueça chuteiras velhas), controle dos níveis de glicose no sangue, que passa também pela ingestão de um lanche completo e nutritivo – essencial para se evitar o cansaço extremo bem como perda excessiva de massa muscular – e mantimento de exames oculares regulares, para que se evite a visão turva.

Os testes à diabetes devem ser feitos antes e depois do jogo, mas também durante, principalmente se tal prática for novidade para si.

Por fim, a dose se insulina deve ser tomada duas a três horas antes de se jogar, de forma a evitar o risco de hipoglicemia. E se o açúcar no sangue ‘cair’ durante o jogo, o problema deve ser controlado com o consumo de glicose, ou seja, um lanche.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório