Meteorologia

  • 16 NOVEMBRO 2018
Tempo
12º
MIN 12º MÁX 13º

Edição

É Halloween, “deixe os mais novos comer os doces que quiserem”

Esta é a opinião de um dietista que contraria a sugestão de, nesta efeméride, trocar os doces por um brinquedo.

É Halloween, “deixe os mais novos comer os doces que quiserem”
Notícias ao Minuto

11:00 - 31/10/18 por Mariana Botelho 

Lifestyle Saúde infantil

Nos Estados Unidos a tradição de se celebrar o Halloween é bastante maior do que por cá. Não há janela que não tenha uma abóbora iluminada e todas as crianças se disfarçam a rigor de fantasmas, bruxas ou mesmo princesas (o que importa é ter um disfarce).

Mas na Europa a tendência tem sido cada vez mais adotada, por muito ‘culpa’ do próprio comércio, que entre o verão e o natal vê está efeméride como mais uma oportunidade para lucrar. Por influência do consumo ou não, a verdade é que também os portugueses se preparam para celebrar o Halloween ou, em bom português, o Dia das Bruxas. E porque são as crianças que mais fazem a festa, a noite só se completa com o momento de ‘Gostosuras ou Travessuras’, durante a qual os mais novos batem às portas da vizinhança a pedir doces.

Tanto cá como na América, é comum no aproximar desta data surgirem artigos de especialistas da área da saúde e alimentação que fomentam formas de tornar o Halloween mais saudável como com uma fiscalização aos doces recebidos ou ao optar por oferecer um brinquedo em vez de doces.

Para Cara Rosenbloom, dietista e amante do Halloween, a solução para uma alimentação mais saudável não passa por esta mudança de tradições. “Eu não quero que os doces e chocolates sejam associados a culpa e vergonha. O Halloween não devia ser sobre substituir os caramelos por pequenos brinquedos. Em vez disso, os pais deveriam agir diariamente como modelos a seguir, de forma a desenvolver uma relação saudável com a comida”.

Sem extremismo, o que Rosenbloom defende é que um dia não são dias e que se uma alimentação saudável for o normal para as crianças, não será um dia com mais alguns doces que farão mal até porque se não lhes é habitual, é bem possível que o gosto esteja mais em pedir os doces do que comê-los, já se as ‘gostosuras’ lhes forem proibidas…

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório