Meteorologia

  • 13 NOVEMBRO 2018
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

Genes Gay? Cientistas associam ADN a escolha de parceiros do mesmo sexo

Não, a orientação sexual não é uma caraterística que se aponte através do código genético, mas um grupo de cientistas alega a tendência para um conjunto de variações genéticas que se associam à preferência por parceiros sexuais do mesmo sexo.

Genes Gay? Cientistas associam ADN a escolha de parceiros do mesmo sexo
Notícias ao Minuto

22:00 - 22/10/18 por Notícias ao Minuto 

Lifestyle Ser Humano

Das quatro variações genéticas que um grupo de cientistas apontou, e que apresentou este mês no encontro anual da Sociedade Americana da Genética Humana, em Harvard, os autores do estudo garantem haver uma tendência que permite associar duas das variações genéticas a homossexuais e outras duas a heterossexuais. Ainda que os especialistas garantam que não falam em ‘genes gay’, não deixam de referir em casos de heterossexualidade não é possível apontar-se a mesma tendência como a que se observou nos caos de indivíduos homossexuais de entre a amostra de mais de 490 mil indivíduos provenientes dos Estados Unidos, Reino Unidos e Suécia.

Desta forma, o atual  estudo vem refutar anteriores análises que procuraram identificar uma caraterística que determinasse a escolha de um ser humano por um indivíduo do mesmo sexo ou sexo oposto. Além disso, as conclusões apresentadas (ainda que igualmente pouco precisas) são mais ‘certas’ no sentido em que analisam o código genético de uma grande amostra de indivíduos cujo ADN foi voluntariamente cedido para fins de estudo, já nos casos anteriores, procurou-se especificamente indivíduos homossexuais que se voluntariaram a ser inquiridos e analisados.

O que se conclui?

Face a todas as limitações e comparações com estudos anteriores, o que se pode concluir do atual estudo é que, pela primeira vez, se apontam diferenças a nível genético entre indivíduos com diferentes orientações sexuais.

Conclui-se também – ou confirma-se uma vez mais – que até então a ciência não aponta qualquer ligação entre comportamento sexual e genética. Uma falta de controle genético que os especialistas apontam como tão indecifrável quanto a predominância a fumar ou mesmo preferência por tipo de trabalho.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório