Meteorologia

  • 18 NOVEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 16º

Edição

Depois de uma fratura óssea, "há cuidados que nos acompanham toda a vida"

A 20 de outubro marca-se o Dia Mundial da Osteoporose, mas este é um problema que merece atenção em muitos mais dias, principalmente no caso nacional, já que este problema atinge um em cada três portugueses. Neste âmbito, ouve-se a voz de quem mais entende sobre o assunto.

Depois de uma fratura óssea, "há cuidados que nos acompanham toda a vida"
Notícias ao Minuto

08:00 - 20/10/18 por Noticias ao Minuto 

Lifestyle Osteoporose

Uma fratura é uma interrupção do tecido ósseo, normalmente causada por uma lesão traumática, explica Maria Eugenia Simões, do Instituto Português de Reumatologia. Se, por um lado, uma ‘interrupção do tecido ósseo’ pode parecer algo grave, o facto de uma fratura osteoporótica ser normalmente considerada uma lesão de baixo impacto, que equivale ao impacto da queda em posição de pé, leva a que se menospreze o problema.

Contudo, tais fraturas podem levar ao condicionamento de atividades de forma autónoma ou dor e não são poucos os casos em que isto acontece. A nível global, uma em cada três mulheres e um em cada cinco homens, com idade superior a 50 anos, sofrem pelo menos uma fratura por fragilidade óssea. Em Portugal, o problema afeta já entre 700 mil e 800 mil indivíduos, principalmente mulheres.

A cura existe, e passa primeiramente pela imobilização, no caso dos ossos longos. Já no âmbito de fraturas em ossos mais pequenos, como o fémur, é necessária correção cirúrgica, o que muitas vezes deixa uma percentagem elevada de incapacidade que pode levar mesmo à morbilidade, sendo que este cenário acontece em 20% dos casos, explica a especialista.

A par de quem segue um estilo de vida sedentário e uma má alimentação, os casos aumentam particularmente entre mulheres na pós-menopausa, altura em que perdem estrogénio e tendem a aumentar peso.

Para evitar os piores casos, Maria Eugénia Simões alerta que os cuidados pós fraturas “devem acompanhar-nos durante toda a vida”. A alimentação tem, mais do que nunca, de ser o mais cuidada e diversificada possível, onde não podem faltar lacticínios, produtos hortícolas verdes, peixes gordos, citrinos e fruta no geral, frutos secos, ovos, tudo isto, a par de uma vida ativa e onde não há espaço para maus hábitos como o tabaco, álcool e cafeína em excesso que garantam uns ossos mais fortes.

Tais hábitos são fáceis de se adotar, principalmente se se tiver em conta que têm em vista não só a saúde óssea mas muitos outros aspetos de saúde melhorada, sendo por isso conselhos bastante generalizados. O que importa referir mais afincadamente, no Dia Mundial da Osteoporose de que hoje se fala, é pois a divulgação cada vez maior acerca desta doença e do impacto que a mesma pode vir a ter na vida de quem a sofre.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório