Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2018
Tempo
16º
MIN 16º MÁX 16º

Edição

Cirurgias à coluna são mais comuns em mulheres ativas, aponta estudo

No Dia Mundial da Coluna, O Serviço Nacional de Saúde publica um estudo onde se abordam os casos de cirurgia associados a patologias incapacitantes da coluna.

Cirurgias à coluna são mais comuns em mulheres ativas, aponta estudo
Notícias ao Minuto

13:00 - 16/10/18 por Notícias Ao Minuto 

Lifestyle Estudo

Os números não se distanciam muito, mas é o sexo feminino aquele que predomina nas operações à coluna nos hospitais do SNS, com 54% dos casos realizados entre 2011 e 2016.

Estes números foram agora apresentados num evento realizado na Escola Nacional de Saúde Pública no âmbito do Dia Mundial da Coluna, e permitem também concluir que a grande maioria dos doentes que procuram esta cirurgia se encontram em idade ativa, o que leva a confirmar a sua consciência sobre o facto de as patologias de coluna serem “altamente incapacitantes e fonte de um decréscimo de qualidade de vida dos doentes” aponta Manuel Tavares de Matos, presidente da Sociedade Portuguesa de Patologia da Coluna Vertebral que acrescenta que “o tratamento cirúrgico pode promover o mais rápido retorno à atividade deste grupo com evidentes ganhos não só psicossociais, mas também económicos.”

Apesar disso, o presidente da referida sociedade alerta para a falta de orientação acerca de cirurgias da coluna: “são necessários protocolos de orientação e referenciação dos doentes e políticas de saúde, alinhadas com a necessidade da população e os recursos disponíveis, para que cada doente com uma patologia da coluna possa ter a orientação mais adequada à sua situação”.

Ainda, acrescenta-se a necessidade de mais planos de formação para os cirurgiões.

De entre as cirurgias mais praticadas nos últimos anos à coluna, aponta-se aquelas feitas após acidentes de trabalho, que acontecem principalmente na região Norte do país, e resultam em hérnias ´discais agudas. Contudo, os autores do estudo agora apresentado alertam para o facto de as assimetrias geográficas não poderem ser muito conclusivas, já que a análise é feita apenas às cirurgias feitas pelo Serviço Nacional de Saúde, o que exclui todo o setor privado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório