Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2018
Tempo
10º
MIN 7º MÁX 11º

Edição

"O olho é um órgão muito especial", mas frequentemente menosprezado

Aproveitando o Dia Mundial da Visão que se comemora a 11 de outubro, o médico João Ramos lança um projeto que visa esclarecer vários assuntos ligados à visão. Em que moldes tal vai acontecer e porquê foi o que o Notícias ao Minuto quis saber.

"O olho é um órgão muito especial", mas frequentemente menosprezado
Notícias ao Minuto

12:00 - 11/10/18 por Mariana Botelho 

Lifestyle Dia Mundial da Visão

“A saúde está na moda”, começa por dizer-nos João Ramos. “Vai se ao Dr. Google e acredita-se em ideias erradas, consequentemente, vai-se ao oftalmologista porque se tem o olho a tremer, ou nota-se que o filho está sempre a esfregar os olhos. 90% das pessoas que têm dores de cabeça pensam ‘se calhar vou ao oftalmologista’, mas a verdade é que é muito raro que a causa disso seja os olhos”, aponta o médico, dando como exemplo um caso específico.

“Esta semana tive uma consulta de uma pessoa que pensava que tinha tido um AVC porque tinha tido um derrame de sangue no olho. Raramente este é um problema de visão. Ou seja, o que acontece é que as pessoas vão desnecessariamente ao oftalmologista e nós queremos ajudar a contrariar esta situação através da informação”, diz.

Este é um caso que acaba por contrastar com o dentista, por exemplo, especialidade onde as idas a uma consulta são bem mais raras e acontecem normalmente apenas quando o problema já está bastante avançado. Sobre isto, João Ramos esclarece que tal questão de as pessoas irem demasiado ao oftalmologista acontece, mas depende da idade. “Qualquer indivíduo deve sim ir a consultas de rotina para saber se está tudo bem com os seus olhos”, esclarece. “Assim como se notam algo fora do comum como um glaucoma”.

O que acontece é que os utentes são de extremos: por um lado, os que vão ‘demasiado’ ao oftalmologista, por outro, os que não são vistos por um médico desta especialidade há mais de dez anos. Em ambos os casos, o especialista resume a situação a uma palavra chave: prevenção.

Foi por isto que João Ramos criou o ‘Doutor à Vista’, uma rubrica que vai viver dentro do canal de YouTube da 'Conselheiros da Visão' (com que fez parceria para criar o referido projeto), onde serão lançados quinzenalmente vídeos em que o especialista fala de vários temas relacionados com a visão, “desde os mais gerais, como formas de prevenção de problemas, a outros mais específicos, em que falaremos de certas doenças em concreto”.

Ao Notícias ao Minuto, explica que “o nome está muito bem conseguido, porque o que queremos com este programa é dar uma palavra a quem vai ao oftalmologista por estar preocupado porque o olho treme, por exemplo, e queremos explicar-lhes o que é um olho vermelho ou outros casos comuns” sem que se tenha de ir desnecessariamente a uma consulta.

Queremos chegar a todos através de uma linguagem prática e imediata Quanto aos outros casos referidos, de quem raramente é visto por um oftalmologista, João Ramos garante que “este programa é para todos”, “desde um professor catedrático a alguém com a quarta classe. Queremos chegar a todos através de uma linguagem prática e imediata”.

O gancho para se apresentar este novo programa é o Dia Mundial da Visão, que se comemora hoje, mas este é um tema que deve prevalecer em debate durante todo o ano. “Estamos a chegar aos 80 ou aos 90 anos muito mais facilmente do que o que acontecia há uns tempos. É claro que a esta prevalência associa-se o envelhecimento da visão, um aspeto para o qual não há tratamento, não há cura. Passa sim pela adoção de boas práticas preventivas”, garante o especialista.

É por esta  necessidade de prevenção que “queremos captar a atenção das camadas mais jovens para serem melhor encaminhadas para qualquer situação oftálmica que possa surgir em qualquer idade”, refere, bem como uma melhor adoção de hábitos no dia a dia. Por exemplo, “uma criança que veja mal, na escola, é muitas vezes sentada na primeira fila quando por vezes o que ela precisa é exatamente do contrário, de sentar-se mais no final da sala, por isso queremos também informar professores e educadores”.

Existe uma percentagem considerável da população que nunca foi ao oftalmologista, acha-o desnecessário

“Existe uma percentagem considerável da população que nunca foi ao oftalmologista, acha-o desnecessário”. É por isto também que João Ramos quer informar o máximo de pessoas possível, tudo em nome da prevenção.

No fundo, a cada vídeo lançado espera-se chegar à noção de que o olho é um órgão muito especial, com ligação ao sistema nervoso, que não pode ser menosprezado. “Os olhos são o espelho da alma, este é um provérbio antigo mas que não está errado. De facto, os olhos são o espelho de vários outros órgãos do nosso corpo. Uma pessoa que tem diabetes, tem de fazer também rastreio à vista”, exemplifica o médico, que espera assim ajudar a uma relação mais consciente entre médicos e pacientes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório