Meteorologia

  • 19 ABRIL 2019
Tempo
16º
MIN 15º MÁX 17º

Edição

Porque é que os gatos mal dormem à noite e nos acordam de manhã cedo?

Entenda este comportamento felino, nem que seja para perceber melhor o seu gato quando não o deixar dormir.

Porque é que os gatos mal dormem à noite e nos acordam de manhã cedo?
Notícias ao Minuto

23:00 - 10/10/18 por Mariana Botelho 

Lifestyle Animais de estimação

O período de sono dos gatos é bastante mais curto do que o dos humanos, principalmente se falarmos de gatos mais jovens. É por isso que, mesmo que o seu gato se deite aos pés da cama quando vai dormir, saia da cama de madrugada, já cheio de energia e pronto a inventar algum entretenimento.

O caso não é exclusivo dos gatos, mas comum a vários felinos, mesmo os mais selvagens, que são estudados por biólogos e confirmam que é durante o anoitecer e o amanhecer que os felinos são mais ativos e estão mais dispersos – em ambientes selvagens ou pelo menos de exterior, estas são pois as melhores alturas para caçar roedores e outros animais que lhes sirvam de alimentos, daí este comportamento biológico.

Para os gatos domésticos, mais do que estarem energéticos à noite, incomoda à maioria a sua agitação matinal que leva o animal a querer acordar os donos a toda a força. As boas notícias a quem não tem o melhor acordar é que é possível e comum que os gatos acabem por se adaptar ao horário dos donos, com o avançar da idade. Contudo, a sua natureza é a de madrugador, e por isso também os donos têm de se habituar a este comportamento.

Ainda assim, vale a pena despistar certos casos a começar pelo despiste de eventuais doenças que deixem o gato desconfortável e, consequentemente, desorientado durante a noite e início da manhã. O acordar de manhã pode também ser um sinal de que o seu animal precisa de algo, por exemplo, comida ou uma caixa de areia limpa. Andou nas arrumações e esqueceu-se de voltar a colocar a cesta onde o gato dorme no local habitual? O problema pode advir daí. Excluídas estas opções, o motivo pode ser simplesmente energia a mais, o que será o mais provável principalmente em gatinhos bebés ou jovens – nestes casos, brincar perto da ‘hora de dormir’ para que gaste as energias será a melhor hipótese.

Sobre este tema, outra dúvida que se coloca é, no caso de gatos que vivem no interior mas costumem ir ao exterior, se se deve deixá-los ir à rua durante a noite, a que o site Cats responde que não, por uma questão de proteção. Seja por carros, outros gatos ou mesmo humanos, é durante a noite que o gato enfrenta mais riscos, desde ferimentos a envenenamento. 

Por isso, mantendo-o em casa, é essencial que garanta entretenimento necessário neste que é o habitat mais comum do seu gato: Caixas para que se possa esconder, sítios para trepar e afiar as unhas, brinquedos e locais altos onde se possa deitar são aspetos que devem estar presentes lá em casa.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório