Meteorologia

  • 07 JULHO 2022
Tempo
38º
MIN 21º MÁX 38º

Diga não. Tabaco foi associado ao risco de mais uma doença

Os fumadores apresentam um maior risco de virem a sofrer de esclerose múltipla (EM) e consequentemente a tornarem-se incapacitados mais rapidamente, avisa um novo estudo.

Diga não. Tabaco foi associado ao risco de mais uma doença

As conclusões desanimadoras resultam de uma pesquisa recente conduzida pela organização de beneficência britânica MS Society, de apoio a doentes com EM, que analisou dezenas de outros estudos realizados anteriormente.

De acordo com os investigadores a ligação entre esclerose múltipla e o consumo de tabaco “é cada vez mais óbvia”.

Contrariamente, a pesquisa apurou que abandonar o vício do tabaco pode adiar até em oito anos o aparecimento da condição crónica.

Os investigadores alertam que fumar pode tornar a EM mais ativa, piorar os sintomas da doença crónica e acelerar o processo de incapacidade motora e física.

A líder da pesquisa, a médica Susan Kohlhaas, disse: “Olhando para todas estas provas científicas, é claro que fumar pode piorar a EM e dificultar a capacidade do cérebro em combater a doença”.

“Não são apenas as pessoas com EM que devem estar a par desta informação, já que os fumadores em geral apresentam um risco maior de contraírem a doença, comparativamente a quem não fuma”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório