Meteorologia

  • 19 SETEMBRO 2018
Tempo
28º
MIN 27º MÁX 29º

Edição

Foi criado o primeiro barco à vela para pessoas com mobilidade reduzida

Projeto ‘Vela sem Barreiras’, lançado pelo treinador olímpico de vela e velejador profissional Diogo Barros, destina-se a promover a prática desta atividade a pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida através de um barco desenhado e construído em Portugal.

Foi criado o primeiro barco à vela para pessoas com mobilidade reduzida
Notícias ao Minuto

23:30 - 11/09/18 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Inclusão

É o primeiro barco no mundo, do tipo catamaran, desenvolvido para este propósito, com todos os requisitos de construção e segurança para poder transportar até 10 pessoas, incluindo quatro cadeiras de rodas. Foi lançado pela empresa BBDouro e conta com o apoio da Associação Mutualista Montepio, patrocinador oficial deste projeto que tem sede no Douro Marina, em Vila Nova de Gaia.

O catamaran encontra-se num centro de vela adaptada com atividades regulares articuladas com as Cooperativas de Educação e Reabilitação de Cidadãos com Incapacidades (CERCI) e instituições semelhantes, através de parceria estabelecida com a Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia. Funciona durante toda a semana, com uma média de quatro saídas semanais para as várias instituições associadas ao projeto, e outras atividades que poderão decorrer em paralelo.

António Tomás Correia, presidente da Associação Mutualista Montepio, considera que este é "um projeto verdadeiramente inclusivo e inovador, que permite alargar a prática da vela a um universo de pessoas que não tinha fácil acesso a esta modalidade. Não tivemos dúvidas em associar-nos a esta iniciativa, que se inscreve na nossa política de responsabilidade social e que, pelas suas características, merece todo o nosso apoio e respeito". 

Para Diogo Barros, velejador e fundador da BBDouro, "a vela permite o desenvolvimento de capacidades variadas às pessoas com deficiência tais como a confiança e autonomia suficientes para ultrapassar situações difíceis que possam surgir no dia-a-dia. Com adaptações técnicas nos barcos, é possível o acesso a uma modalidade que oferece múltiplas oportunidades de realização e integração de conhecimentos em diversos domínios". 

A BBDouro, através da marca BB for ALL, pretende também alargar a sua missão de tornar a vela cada vez mais acessível a toda a população, incluindo turistas. "Vamos promover o produto de turismo acessível como uma ‘life changing experience’ a quem visita Portugal", afirma Diogo Barros.

Os preços rondam os 30€ por pessoa, para grupos de cinco ou mais pessoas e blocos de duas horas. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório