Meteorologia

  • 10 DEZEMBRO 2018
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 16º

Edição

Imunoterapia e imunograma. As armas de peso na luta contra o cancro

O carcinoma pulmonar de pequenas células (CPNPC), responde por 85% dos casos de cancro do pulmão e causa anualmente a morte a mais de um milhão de pessoas em todo o mundo.

Imunoterapia e imunograma. As armas de peso na luta contra o cancro
Notícias ao Minuto

18:00 - 11/09/18 por Notícias Ao Minuto 

Lifestyle Doenças que matam

A empresa especializada em medicina de precisão para o tratamento e diagnóstico do cancro OncoDNA realizou um novo webinar internacional com uma master class ministrada pelo Dr. Le Thuong Vu, um pneumologista especializado em oncologia e professor do Departamento de Medicina Interna da Universidade de Medicina e Farmácia da cidade de Ho Chi Minh (Vietname). Durante a sua intervenção, o Dr. Vu colocou na mesa os benefícios oferecidos pela imunoterapia e imunogramas na luta contra o cancro do pulmão, principalmente em estadios avançados, devido ao seu caráter personalizado.

Sob o título Implicações da imunoterapia no cancro do pulmão, o também responsável pelo serviço de Medicina Pulmonar e Cuidados Respiratórios do Hospital Cho Ray (o maior centro clínico do Vietname do Sul), falou sobre a incidência, epidemiologia, diagnóstico e mutações mais frequentes no carcinoma pulmonar de células não pequenas (NSCLC). Patologia que responde por 85% dos casos de cancro do pulmão e que causa a morte a mais de um milhão de pessoas em todo o mundo a cada ano, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Por outro lado, o Dr. Vu quebrou os protocolos que atualmente são seguidos nos centros em que trabalha ao lidar com essa doença e relatou as opções terapêuticas existentes, aprovadas e em desenvolvimento, para abordar a doença em estadios avançados. "Estamos a seguir a versão 5.2018 do guia do National Comprehensive Cancer Network - NCCN para o carcinoma pulmonar de células não pequenas. Isso marca o uso prévio de vários testes moleculares, que variam dependendo do tipo de doença, para determinar a melhor terapia", afirmou.

O potencial do imunograma

O professor da Universidade de Ho Chi Minh City também explicou o mecanismo de ação da imunoterapia e os dados clínicos relacionados com os inibidores do ponto de verificação no CPNPC, e falou sobre a melhor maneira de prever a resposta da imunoterapia no doente "Um imunograma personalizado, como aqueles que a OncoDNA pode fornecer, pode-nos ajudar a determinar se um tratamento desse tipo terá resultados ótimos."

Como exemplo, o Dr. Vu desenvolveu um estudo de caso de um doente com NSCLC em estadio IV."O imunograma mostrou uma alta resposta potencial à imunoterapia. Entre outros aspetos, vimos como a presença de linfócitos CD8+ foi associada a melhores resultados clínicos. Finalmente, chegamos à conclusão de que os inibidores de PD-1/PD-L1 estavam fortemente associados ao potencial benefício clínico para o doente", concluiu.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório