Meteorologia

  • 23 JULHO 2018
Tempo
18º
MIN 18º MÁX 18º

Edição

Será que trabalhar remotamente a partir de casa faz mal?

Imagine levantar-se todas as manhãs para simplesmente se sentar no sofá, com uma chávena de café e com o seu computador, em vez de se vestir a correr e sair à pressa para enfrentar o trânsito caótico da cidade e chegar já exausto ao trabalho.

Será que trabalhar remotamente a partir de casa faz mal?
Notícias ao Minuto

10:00 - 10/07/18 por Liliana Lopes Monteiro

Lifestyle Mito ou facto

Este cenário não é apenas um sonho para muitos, mas sim uma realidade. Sobretudo devido à era tecnológica em que vivemos, cada vez são mais os empregos que não requerem que os trabalhadores tenham uma presença física constante num escritório.

As boas notícias: os trabalhadores remotos apresentam em geral maiores níveis de satisfação e bem estar, comparativamente aos seus colegas com cargos tradicionais, explica Peter Warr, professor emérito no Instituto de Psicologia do Trabalho, na Universidade de Sheffield, no Reino Unido, em declarações à revista TIME.

O investigador sugere que os índices de contentamento são ainda mais elevados quando esses indivíduos trabalham por conta própria e conseguem beneficiar de um bom rendimento. Estes trabalhadores, segundo Warr, e a sua pesquisa, estão mais predispostos a sentirem-se felizes e satisfeitos, já que podem gerir o seu horário e afazeres de forma a conseguirem manter uma vida social ativa com familiares e amigos.

Por outro lado, um estudo realizado por investigadores da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, apurou que quem trabalha à distância está mais propenso a sentir-se profissional e pessoalmente só e isolado, relativamente aos colegas.

O isolamento social já foi associado a um aumento significativo da taxa de mortalidade (nomeadamente à ocorrência de mortalidade precoce) e a um maior risco de incidência de ataques cardíacos ou enfartes. Outras pesquisas, estabeleceram ainda uma ligação entre o isolamento social e o desenvolvimento de depressão e de desordens do sono.

Todavia, para aqueles trabalhadores à distância que desfrutam de um maior acesso e contacto com familiares e amigos, devido à flexibilidade e auto determinação de horários, os riscos para a saúde parecem mínimos. “Acho que não se pode dizer que é menos ou mais saudável”, diz Warr. “Trabalhar em casa ou no escritório têm ambos as suas vantagens, dependendo das necessidades e circunstâncias únicas de cada pessoa”, aponta o professor.

E de acordo com a literatura existente, o que parece é que uma mistura entre ambos os ambientes laborais poderá ser a combinação ideal: uns dias no escritório por semana de modo a socializar com os colegas, e o resto em casa permitindo um maior foco em certas tarefas, e ainda a inclusão de tempo livre para praticar exercício físico e para confecionar e comer refeições caseiras mais saudáveis.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.