Meteorologia

  • 16 OUTUBRO 2018
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 22º

Edição

Bipolaridade ou mudança de humor? Saiba a diferença

É possível viver de forma independente e sem limitações após lhe ser diagnosticado bipolaridade. Só tem de garantir a medicação certa e, quem sabe, aprender a tirar proveito da própria condição.

Bipolaridade ou mudança de humor? Saiba a diferença
Notícias ao Minuto

09:00 - 12/06/18 por Mariana Botelho 

Lifestyle Problemas mentais

Viver com episódios de bipolaridade resume-se a uma vida de stress. O não saber lidar com uma doença que se reflita em mudanças de humor repentinas pode levar a graves problemas que afetem diretamente o indivíduo a nível de saúde bem como social, devido ao consumo de álcool, drogas, separação ou desemprego, por exemplo.

Em muitos casos, este estado não é apreendido como o problema mental mas como uma fase de depressão, por exemplo. Em parte, devido à confusão e má exposição do problema por parte do doente, que não vê com clareza os episódios a que se submete irracionalmente.

Além disso, embora o problema seja normalmente diagnosticado durante a infância, há casos em que a doença apenas é assumido na fase adulta. Veja-se o caso de Mariah Carey, que assumiu bipolaridade aos 31 anos de idade, ou Kanye West, que foi diagnosticado aos 39 anos e cuja doença mental lhe valeu o álbum ‘Ye’, lançado no início deste mês de junho.

Por não terem noção da dimensão do problema que é a constante alteração de humor, a maioria dos pacientes tem alguma dificuldade em apreender o diagnóstico que lhe é apresentado, conta o New York Post. Esta fase é, portanto, de grande relevância para se garantir que cada indivíduo vive de forma independente e segura já que é a medicação certa que o vai afastar de futuros episódios de bipolaridade. Se, por outro lado, se verificar que as mudanças de humor se devem ‘apenas’ a uma fase da vida mais difícil com a qual não se está a saber lidar da melhor maneira, o problema passa pelo acompanhamento de um psicólogo que ajudara a desconstruir a situação e a entendê-la para bem a superar.

Mas se os problemas apontados passarem por contrastantes e repentinas mudanças de humor, que passem da euforia para a depressão, então não deixe de ponderar a hipótese de bipolaridade. Explica o jornal nova iorquino que há dois tipos de bipolaridade, a do tipo I, em que os pacientes sofrem de alucinações e ilusões e a do tipo II, em que os indivíduos passam por episódios de hipomania, reflexo das mudanças de humor.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório