Meteorologia

  • 14 JUNHO 2024
Tempo
23º
MIN 15º MÁX 26º

Miranda não é a única. As expulsões que marcaram os reality shows da TVI

André Filipe, em 2020, e Marco Borges, em 2000, são apenas dois exemplos. Recorde os restantes.

Miranda não é a única. As expulsões que marcaram os reality shows da TVI

O primeiro reality show de Portugal foi emitido no ano de 2000 e já nessa edição houve uma expulsão que deu que falar. Vinte e quatro anos depois, as produções dos programas deste género continuam a ver-se confrontadas com a dura decisão de abrir a porta a concorrentes que se excederam, até quando estes eram os protagonistas da edição em vigor.

Mas recuemos a 2000, para começar. A primeira edição do 'Big Brother', conduzida por Teresa Guilherme, ficará para sempre marcada pelo pontapé que Marco Borges deu a Sónia Veiga. Depois de uma discussão intensa, o perito em segurança pessoal agrediu a colega de casa e acabou expulso do jogo. 

A TVI deu um tremendo destaque ao caso e Marco foi o grande convidado do bloco noticiário da TVI, tendo sido entrevistado por Manuela Moura Guedes.

Anos depois, mais precisamente em 2010, chegava ao canal um novo reality show. 'Casa dos Segredos' apresentou desde logo muitas semelhanças ao 'Big Brother', quer pelo conceito como pelo facto de ter vários concorrentes fechados na mesma casa durante muitas semanas, e curiosamente também a primeira edição deste formato ficou marcada pela expulsão de um participante.

Ana Isabel e Hugo Felgueiras conversavam no exterior quando Vítor Rangel, namorado de Ana, se deixou levar pelos ciúmes e agrediu ambos. 

No mesmo programa, mas em 2013, Wilson Teixeira deu uma cabeçada a Hélio Catarino e viu terminada a sua participação no reality show.

Em 'A Quinta - O Desafio', aconteceram duas expulsões. Pedro Capitão deu uma estalada a Pedro Barroso e acabou expulso pouco depois. Semanas mais tarde, Bruno Savate 'perdeu a cabeça' com Larama, Liliana Filipa e Daniel Gregório.

No ano de 2015, no programa 'Casa dos Segredos - Luta pelo Poder', Zezé Camarinha entrou na casa e, poucos minutos depois, foi expulso. Confrontou José Castelo Branco e, quando a conversa subiu de tom, aproximou-se do socialite, acabando por lhe puxar os cabelos. Foi a expulsão mais rápido dos reality shows portugueses.

No regresso do 'Big Brother' à TVI, em 2020, Pedro Soá, um dos concorrentes mais promissores, viu terminada a sua participação antes do esperado. Para além de elevar o tom e de dizer algumas asneiras e ofensas, Pedro aproximou-se de Teresa Silva aos gritos, atitude que não foi desculpada pela produção. Esta expulsão marcou uma nova era nos reality shows portugueses e foi a partir desta decisão que se percebeu que a rédea da produção seria muito mais curta.

Na edição 'Duplo Impacto', Hélder Teixeira fez a saudação nazi mais do que uma vez, enquanto que André Filipe vandalizou a casa. Os dois foram encaminhados para a porta de saída pelo Big.

Já na presente edição do 'Big Brother', Catarina Miranda foi expulsa por partir um copo após perder as estribeiras. Alguns dos estilhaços atingiram Gabriel Sousa no braço e no olho e, apesar da falta de intenção em magoar o colega, Catarina não foi perdoada. Era a protagonista do jogo e a provável vencedora do mesmo.

@crazysmiles40 #bigbrother #🤣🤣 original sound - Ronaldo

Leia Também: Catarina Miranda: "Aquele prémio vai ser sempre meu por direito"

Recomendados para si

;

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório