Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
17º
MIN 13º MÁX 17º

Harry diz que foi "forçado" a deixar Reino Unido por "falta de segurança"

O príncipe lamenta que os filhos "não se sintam em casa" em solo britânico.

Harry diz que foi "forçado" a deixar Reino Unido por "falta de segurança"

O príncipe Harry acredita que os filhos, o príncipe Archie e a princesa Lilibet, não "se possam sentir em casa" no Reino Unido, uma vez que é impossível "mantê-los" em segurança no país.

Em 2020, Harry e Meghan Markle anunciaram que iriam deixar de fazer parte do núcleo sénior da realeza britânica ('Megxit') e que, por isso, seguiriam uma vida independente. 

Os duques de Sussex mudaram-se então para os Estados Unidos da América, onde atualmente vivem - Montecito, Califórnia. 

Tais alegações do filho mais novo do rei Carlos III foram feitas numa audiência no Tribunal Superior, que aconteceu esta quinta-feira, 7 de dezembro, no âmbito de uma ação legal contra o Ministério do Interior do Reino Unido. 

"O Reino Unido é a minha casa. O Reino Unido é central na herança dos meus filhos e um lugar onde quero que se sintam em casa, assim como se sentem onde vivem neste momento nos Estados Unidos. Isso não pode acontecer se não for possível mantê-lo seguros enquanto estão em solo britânico", afirmou o duque, através de um comunicado lido em tribunal. 

Vale notar que Harry contesta uma decisão de fevereiro de 2020, que definia que o príncipe não receberia o "mesmo grau" de segurança de proteção pessoal durante as suas visitas a Inglaterra.

Leia Também: Tribunal. Harry foi "tratado de forma menos favorável injustificadamente"

Recomendados para si

;

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório