Meteorologia

  • 17 SETEMBRO 2021
Tempo
20º
MIN 18º MÁX 26º

Edição

"Estava longe de imaginar estar grávida. Supostamente, não era possível"

Marta Rangel revela como descobriu há um ano, contra todas as probabilidades, que ia ser mãe.

"Estava longe de imaginar estar grávida. Supostamente, não era possível"

Foi há um ano que, no dia 14 de setembro de 2020, Marta Rangel descobriu que estava grávida pela primeira vez. O dia é recordado com emoção pela antiga participante de 'Casados à Primeira Vista'. 

"Foi há exatamente um ano. Tinha o período atrasado cerca de duas semanas e andava muito enjoada. Mas estava longe de imaginar que pudesse estar grávida. Porquê? Porque, supostamente, não era possível", começa por revelar.

"Há três ou quatro anos, fiz análises para avaliar a minha reserva ovárica porque ponderava fazer a criopreservação dos óvulos (ou seja, guardar óvulos no 'congelador' para utilizar mais tarde, quando quisesse engravidar). O resultado foi um balde de água fria: para a minha idade deveria ter um valor de 1. Mas tinha 0,02. Repeti a análise no ano passado e o resultado foi ainda pior", confessa, dando conta de que após as palavras da sua ginecologista quase perdeu a esperança. 

"Nunca mais me esqueço: a 11 de Março, dia em que foi decretada, oficialmente, a pandemia pela OMS, a minha ginecologista disse-me que seria muito difícil engravidar. Não era impossível. Mas ia depender muito de vários fatores como a fertilidade do pai, o momento da minha ovulação, várias tentativas, etc", recorda.

Perante o diagnóstico que tinha recebido meses antes, Marta encontrou muitas possíveis explicações para aqueles que eram já os primeiros sintomas da gravidez. 

"Portanto, achei que o atraso no período era normal devido à irregularidade dos meus ciclos e que as náuseas eram sintoma de ansiedade por estar com menos trabalho devido à Covid. Como valorizo tanto a saúde física como a mental/emocional, marquei consulta com uma psicóloga (e gostei tanto que nunca mais larguei a psicóloga Ana Correia)", conta a antiga participante do programa da SIC, que só após ser aconselhada pela amiga Lara Afonso resolveu fazer um teste de gravidez.

"Ela foi à farmácia, comprou uma caixa com dois testes, deu-me e seguiu para um compromisso. Faço um teste e, passados segundos, pumba! Pensei:

- Ah, não pode ser! Estou a ver mal de certeza!

Fui ler as instruções e não estava a ver mal. Ligo à Lara, já a chorar, enervada.

- Lara, deu positivo. Não estou a acreditar! E agora?
- Ai, f#[email protected]€&! Vou já para aí", cita Marta, lembrando o diálogo com a apresentadora. 

O segundo teste voltou a dar positivo, mas só quando ouviu no dia seguinte o coração do bebé a bater o mundo de marta mudou. 

"O que parecia difícil era agora possível. Aquilo de que eu, praticamente, já tinha desistido, era agora realidade. A vida tem o tempo dela. Talvez só nos dê quando estamos preparados. Talvez não dê algumas coisas porque tem algo melhor reservado. Às vezes, é difícil confiar num tempo diferente do nosso. Às vezes, é difícil aceitar que os sonhos nem sempre se concretizam como (ou quando) idealizámos. Mas uma coisa é certa: sou grata pela Caetana todos os dias da minha vida", termina.

Leia Também: Marta Rangel do 'Casados' candidata-se a vagas na CNN Portugal

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório