Meteorologia

  • 13 MAIO 2021
Tempo
19º
MIN 12º MÁX 21º

Edição

Emissora estatal italiana debaixo de fogo após 'censurar' rapper Fedez

Fedez contou que o canal de televisão quis ver o seu discurso para um concerto (que iria ser transmitido) antes de subir ao palco. Foi-lhe pedido para remover os nomes dos políticos do partido de extrema-direita Liga, criticados duramente pelo rapper por impedirem o avanço de uma lei contra a homofobia.

Emissora estatal italiana debaixo de fogo após 'censurar' rapper Fedez

A emissora estatal italiana Rai está a ser pressionada para esclarecer as acusações de que, alegadamente, terá tentado censurar o rapper Fedez, quando este mostrou que iria chamar a atenção para o problema da homofobia durante um concerto que ia transmitido neste canal. 

Fedez criticou os políticos do partido italiano Liga, que estão a bloquear uma lei contra a homofobia, durante um discurso feito no referido concerto, que acabou por ser transmitido ao vivo este sábado, dia 1 de maio. 

O rapper alega que o canal de televisão lhe pediu que mostrasse o guião do que ia dizer antes de subir ao palco, orientando-o posteriormente para remover as referências à Liga, partido de extrema-direita liderado por Matteo Salvini.

Fedez decidiu manter o seu discurso, que incluiu declarações homofóbicas proferidas por políticos do partido nacionalista. "A gestão da Rai 3 pediu-me que omitisse os nomes e os partidos. Tive de lutar um pouco, muito, mas no final deram-me autorização para me expressar livremente", disse o rapper já em palco.

Depois da estação de televisão ter negado as acusações, Fedez partilhou uma chamada telefónica gravada com um dos executivos da Rai, onde este afirmou que os comentários do rapper eram "inapropriados", aconselhando-o a remover os nomes que o artista tinha planeado criticar.

A Rai encontra-se agora a ser investigada, nota o jornal The Guardian. 

O antigo primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, já demonstrou o seu apoio a Fedez através de uma publicação no Twitter onde se lê: "Nenhuma censura". 

Leia Também: Salvini em Coimbra no final do mês para Congresso do Chega

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório