Meteorologia

  • 20 SETEMBRO 2021
Tempo
26º
MIN 17º MÁX 27º

Edição

As primeiras reações à morte de príncipe Filipe, duque de Edimburgo

O marido da rainha Isabel II morreu esta sexta-feira, aos 99 anos.

As primeiras reações à morte de príncipe Filipe, duque de Edimburgo

Anunciada na manhã desta sexta-feira, dia 9 de abril, a morte do príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II, começam agora a surgir as primeiras reações à perda.

O primeiro-ministro do Reino Unido Boris Johnson, foi um dos primeiros a reagir.

"É em Sua Majestade e na família que os pensamentos da nossa nação devem voltar-se hoje, porque eles perderam não apenas uma figura pública muito amada e altamente respeitada, mas um marido dedicado e um pai orgulhoso e amoroso, avô, e nos últimos anos, bisavô", declarou.

Veja mais detalhes sobre a homenagem de Boris Johnson: Óbito. A homenagem de Boris Johnson e Keir Starmer ao príncipe Filipe

"Uno-me ao resto do Reino Unido e à comunidade no luto pela perda de Sua Alteza Real, o Príncipe Philip, o Duque de Edimburgo", escreve Justin Welby, o Arcebispo de Cantuária

O ator Tom Holland também usou as suas redes sociais para homenagear o marido de Isabel II. O ator lembrou as habilidades do príncipe no críquete, a seu fascínio por OVNIs e realçou o facto de este ser, tal como a rainha ainda o é, "um exemplo vivo do heroísmo das gerações que viveram durante a Segunda Guerra Mundial".

O jornalista  Jake Tapper enviou orações à família e pede que a "sua memória seja uma bênção".

Também o técnico português José Mourinho interrompeu uma conferência de imprensa para deixar uma mensagem de condolências à família real britânica. Ver aqui.

A casa real da Dinamarca também destacou a morte do príncipe Filipe nas redes sociais oficiais, recordando uma memória do marido da rainha Isabel II quando este ainda cumpria funções.

Em Portugal, o radialista Pedro Ribeiro homenageou o príncipe Filipe com uma publicação no Instagram na qual revela a sua admiração pela história de amor do duque e da rainha Isabel II. 

"No dia da partida do Príncipe Phillip, aos 99 anos, o respeito devido a um casal submetido a pressões, regras, protocolo acima do sentir, que nós nem imaginamos. Atravessando períodos históricos determinantes, mudanças de gerações, convenções e entendimento da própria monarquia, além da redefinição da Nação da Coroa, ao longo de décadas. Mas resistiu, adaptou-se, e, entre misérias mais ou menos embaraçosas, com mais ou menos remorso, mas também momentos certamente deslumbrantes, grandes como os próprios contos de fadas, foi para a vida toda, afinal. Nunca saberemos tudo, e ainda bem. Sabemos que o senhor partiu, aos 99 anos, e a senhora aí está, com quase 95, majestática. Respeito", escreveu.

Mick Jagger revelou-se abalado com a notícia da morte do duque, recordando-o pelo trabalho no apoio a organizações desportivas que ajudaram tantos jovens atletas. "Será lembrado com carinho", disse ainda.

[Notícia atualizada às 21h31]

Leia Também: Morreu o príncipe Filipe, marido da rainha Isabel II

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório