Meteorologia

  • 17 ABRIL 2021
Tempo
20º
MIN 12º MÁX 24º

Edição

"Ansioso", filho de Pedro Lima partilha desabafo sobre saúde mental

João Francisco Lima abriu o coração para falar sobre o seu estado emocional, partilhando também a importância dos devidos cuidados com a saúde mental, especialmente nesta nova fase em que Portugal volta a estar em confinamento.

"Ansioso", filho de Pedro Lima partilha desabafo sobre saúde mental

"Estava indeciso se devia partilhar algo hoje. Se o que quero escrever teria o impacto que gostaria, por ser dia de eleições. Mas a causa que defendo não tem momentos mais oportunos do que o agora", começou por escrever João Francisco Lima, filho mais velho do falecido ator Pedro Lima.

O jovem recorreu ao Instagram, este domingo, 24 de janeiro, para falar abertamente sobre o seu estado emocional.

"É este o sentimento que cresce em mim. Quero dar um pontapé convicto nesta segunda onda de reclusão que nos atinge. A ideia de um novo confinamento deixa-me ansioso, revoltado e desmotivado. Mas há algo em mim que pesa em todas as minhas decisões. Também eu conheço a perda sem o adeus. E por isso respeito, ou tento ao máximo respeitar, o dever de confinamento", desabafou.

Uma mensagem onde destaca de novo a importância da saúde mental. "Este novo período que nos espera traz de volta perigos que assombram demasiada gente. O meu amigo psiquiatra com quem discuto as informações que vos dou, estudou as consequências do confinamento na saúde mental. Concluiu que os participantes que responderam ao estudo após oito dias de confinamento, apresentavam níveis mais altos nas escalas de DEPRESSÃO, ANSIEDADE, e INSÓNIA", disse.

"Há alguns grupos que se destacam particularmente pelos resultados negativos: os jovens, as mulheres, os desempregados, os estudantes e as pessoas que já são acompanhadas por psiquiatras. Concluiu também que, de todos os participantes que nunca tinham tido acompanhamento psiquiátrico, UM QUARTO apresentava resultados compatíveis com pelo menos DEPRESSÃO ligeira, METADE apresentava resultados compatíveis com pelo menos ANSIEDADE ligeira e UM TERÇO com pelo menos INSÓNIA ligeira", acrescentou.

Antes de terminar, deixou um apelo: "O que tenho para dizer é simples. Tenham cuidado, estejam atentos, a vocês e aos que estão à vossa volta, e não tenham vergonha ou medo. Porque a COVID mata, mas a falta de saúde mental também".

--

Se estiver a sofrer com alguma doença mental, tiver pensamentos auto-destrutivos ou simplesmente necessitar de falar com alguém, deverá consultar um psiquiatra, psicólogo ou clínico geral. Poderá ainda contactar uma destas entidades:

SOS Voz Amiga (entre as 16h e as 24h) - 213 544 545

Conversa Amiga (entre as 15h e as 22h) - 808 237 327 (Número gratuito) e 210 027 159

SOS Estudante (entre as 20h e a 1h) - 239 484 020

Telefone da Esperança (entre as 20h e as 23h) - 222 080 707

Telefone da Amizade (entre as 16h e as 23h) – 228 323 535

Leia Também: Mulher de Pedro Lima revela hábito fundamental após morte do ator

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório