Meteorologia

  • 02 MARçO 2021
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 18º

Edição

"Deu tempo de gritar o nome da Juliana e desmaiei na casa de banho"

Marido de Ana Hickmann abre o coração para falar sobre os últimos dias na batalha contra o cancro.

"Deu tempo de gritar o nome da Juliana e desmaiei na casa de banho"

Alexandre Côrrea tem partilhado com os seguidores esta batalha que tem enfrentado contra o cancro no pescoço e, esta quinta-feira, foi partilhado um vídeo na conta de YouTube da mulher, Ana Hickmann. No mesmo, ambos falam abertamente sobre esta fase das suas vidas, com destaque para os últimos dias.

De regresso a casa, Alexandre começa por contar que os tratamentos de quimioterapia e radioterapia terminaram a 17 de dezembro. "Acabei o tratamento de uma maneira muito ruim. Fisicamente e mentalmente. Mentalmente eu estava destruído, e fisicamente... eu já estava 18 quilos mais magro e extremamente cansado", destacou.

O empresário tinha sido informado que os "21 dias" depois dos tratamentos "seriam muito piores do que o período que atravessou de quimioterapia". "A piora veio. E veio e pegou-me de frente. Não imaginava que era possível sentir tanto enjoo, tanta fraqueza. Estava a pesar 77 quilos", contou.

No mesmo vídeo, Alexandre recordou ainda o momento pior, que chegou na altura do Natal. "A Ana fez uma ceia maravilhosa. A mesa mais linda que já fez até hoje. Vieram as irmãs da Ana, que frequentam a nossa casa desde a pandemia, o meu irmão, a esposa dele e os meus enteados, e os meus pais. Família bem fechada, todos fizeram o teste da Covid-19, e todos estavam negativos", disse.

"No dia 25, estava deitado na minha cama e comecei a sentir um calafrio muito grande, um mal estar maior do que já sentia. Deu tempo de gritar o nome da Juliana [enfermeira] e desmaiei na casa de banho", lembrou. "Ela interrompeu o almoço de Natal, foi desagradável. Eu morri de vergonha. Chamamos o motorista que estava em casa, a Ana e eu voamos para o hospital. Demos entrada no hospital, e após série de exames concluiu-se que eu estava com uma bacteremia e a minha parte respiratória estava bastante afetada. Não a ver com a Covid-19", explicou.

O empresário ficou internado desde o dia 25 de dezembro até ao dia 7 de janeiro, o dia em que voltou para casa.

"Passamos o Ano Novo juntos no quarto de UTI [cuidados intensivos] e ficamos nós dois a lembrar dos bons Réveillons, das festas. No início senti -me muito envergonhado de ter atrapalhado as festas. Não se faria nada por causa do distanciamento social, mas haveria uma pequena reunião de 7 ou 8 pessoas. Senti-me muito envergonhado. Como a gente consegue fazer um estrago na vida social das pessoas por conta de um problema particular", partilhou.

Entretanto, o marido de Ana Hickmann teve alta hospitalar e aos poucos está a voltar ao trabalho, "dentro das limitações". "Estou de alta hospitalar, mas não estou de alta médica. Tenho que ver os médicos todas as semanas", acrescentou. Veja o vídeo completo:

Leia Também: Alexandre Correa volta ao trabalho após ter estado internado

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório