Meteorologia

  • 27 JANEIRO 2021
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 18º

Edição

Fadista que atuou no jantar de André Ventura reage a críticas

"[...] Poder cantar, mais do que nos colocar o pão da mesa, sabe a liberdade", afirma.

Fadista que atuou no jantar de André Ventura reage a críticas

Gustavo Pinto Basto ficou debaixo de fogo depois de ter sido notícia por ter dito 'sim' ao convite do partido político Chega para cantar num jantar pré-eleitoral de André Ventura - candidato às eleições presidenciais.

O jovem fadista cantou para os apoiantes do chega e para a convidada Marine Le Pen.

Agora, depois das várias críticas de que foi alvo nas redes sociais, Gustavo decidiu reagir.

"Nestes meus quase 10 anos de carreira sempre fui respeitador, afável e correto, sempre repudiei a violência, a delapidação e o despotismo e sempre fui generoso na prática do bem, pelo que, apesar de ser duro e triste quando não existe reciprocidade, é de salientar o meu alento, apreço e carinho a todas as pessoas que são coniventes com os meus valores e que amistosa e manifestamente me apoiam", começa por apontar o artista na sua conta oficial de Instagram.

Gustavo confirma ter sido contratado para cantar no referido jantar onde afirma ter escolhido interpretar seis fados, mas esclarece que a sua presença enquanto artista no evento não o liga a qualquer ideologia política.

"A minha postura, como profissional do fado, não tem nem nunca teve conotação ideológica, política, partidária, clubística, religiosa, sexual, racial, social ou económica - tomando como meus os valores da Constituição da República Portuguesa", esclarece.

Quanto às suas motivações, o fadista lembra as dificuldades pelais quais os artistas têm passado devido à pandemia de Covid-19: "Numa fase em que todos nós, profissionais da indústria da música, artes e espetáculos, estamos a passar uma fase complicada, onde muitos viram os seus rendimentos anuais com quebras de 70% ou 80%, alguns de nós sem um único espetáculo efetuado em 2020 - poder cantar, mais do que nos colocar o pão da mesa, sabe a liberdade! E é essa mesma liberdade que nos inspira a fazer bem o nosso trabalho, que é CANTAR".

"Sempre estive, estou e estarei recetivo a qualquer convite que surja, desde que a sua legalidade esteja consagrada na lei", termina.

Veja abaixo a publicação completa:

Ver esta publicação no Instagram

Uma publicação partilhada por GUSTAVO (@gustavo.fado)

Leia Também: José Carlos Malato lamenta que fadista tenha cantado para André Ventura

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório