Meteorologia

  • 25 SETEMBRO 2020
Tempo
20º
MIN 15º MÁX 22º

Edição

"Voltar a trabalhar como ator não faz parte dos meus planos"

João Cajuda contou tudo sobre os seus planos para o futuro em entrevista ao Fama Ao Minuto.

"Voltar a trabalhar como ator não faz parte dos meus planos"

João Cajuda faz parte do leque de celebridades masculinas escolhidas para serem o rosto da mais recente campanha da marca L'Oréal Paris. Neste campanha, o blogger é desafiado a mostrar a melhor versão do seu "eu". Uma "versão" que o Fama Ao Minuto quis ficar a conhecer ao entrevistar o ator

Sendo João Cajuda criador de um blogue de viagens e de uma agência com o mesmo nome - 'Leva-me Tours', nesta conversa quisemos ainda saber de que forma o seu projeto se adaptou à pandemia de Covid-19.

E a sua carreira como ator, será que ficou esquecida para sempre? Surpreenda-se com as respostas.

O João faz parte da mais recente campanha da L'Oréal Paris. Podemos dizer que este foi um desafio que o fez regressar ao passado, no sentido em que há muito que não o vemos fazer trabalhos de moda, publicidade ou representação?

Sim, deu para matar saudades dos estúdios e de toda a logística que envolve uma grande campanha publicitária, equipa técnica, luzes, guarda roupa. Foi bom reviver outros tempos.

Já fui bastante vaidoso, confesso, hoje em dia sou mais relaxadoA campanha de que falamos tem como objetivo desafiar os homens a mostrarem a melhor versão do seu "eu". Qual a sua melhor versão?

A minha melhor versão é quando me sinto bem comigo mesmo, isso também transparece para os outros, e não falo apenas na beleza ou no bem-estar físico, é essencial uma pessoa dar o melhor de si a todos os níveis. Nós recebemos o que damos. Estar em contacto com outras culturas, partilhar conhecimento e aprender com os outros, concretizar um objetivo ou sonho, ficar sem palavras com uma paisagem, tudo isto sou eu no meu melhor, ou pelo menos quando me sinto mais feliz.

Apesar de já não ter uma profissão que viva diretamente da sua imagem, o João considera-se um homem vaidoso e preocupado com a imagem?

Já fui bastante vaidoso, confesso, hoje em dia sou mais relaxado. Estou constantemente a viajar por locais inóspitos e não perco muito tempo a escolher a roupa ou a usar o secador de cabelo. Tornei-me mais prático, mas não abdico de certos rituais de higiene e beleza, uso creme hidrante todos os dias e ao fim de semana perco um bocadinho mais de tempo a cuidar de mim.

O avançar dos anos é algo que o preocupa?

Julgo que nos preocupa um bocadinho a todos [risos]. Sinto-me bem com a idade que tenho, mas obviamente que tenho os meus cuidados para manter a pele e corpo bonitos e saudáveis. Nunca fiz dietas, nem frequento o ginásio, faço muitas caminhadas e desporto ao ar livre, tenho uma alimentação saudável, preocupo-me em sentir-me com saúde e energia para viver intensamente o futuro.

Voltar a trabalhar como ator não faz parte dos meus planosNa sua profissão atual o João acaba por conhecer várias culturas e pessoas muito diferentes entre si. As suas viagens mudaram o seu conceito de beleza?

Existem muitos padrões de beleza nas diferentes culturas. Por exemplo, para nós uma pele bronzeada é bonito, para os japoneses é feio, ter um nariz pequeno e fino para nós é bonito, na Indonésia acham o contrário. Não creio que as viagens tenham mudado o meu conceito de beleza na totalidade, mas certamente alargaram o espectro e aprendi a ver e a apreciar a beleza de outra forma.

Há uns anos o João deixou de lado a representação para se dedicar a um projeto que o levou a ser considerado um dos bloggers de viagens mais influentes do mundo. Hoje tem a sua própria agência. Deixar a representação foi uma opção ou foi a falta de oportunidade que o levou a procurar uma alternativa?

Felizmente sempre trabalhei muito enquanto ator, fiz teatro, muitos projetos de televisão e cinema. No entanto, ser ator é uma profissão muito instável e nunca é demais ter uma segunda opção. Comecei a trabalhar em televisão logo após terminar o secundário, e durante anos adiei a universidade, uma experiência que queria muito ter. Decidi, então, licenciar-me em Publicidade e Marketing, uma área de que também gosto muito e comecei a trabalhar na área do turismo. Ainda fiz uma série de televisão quando terminei a faculdade, mas optei por me dedicar à área das viagens a tempo inteiro por ser difícil conciliar as duas coisas.

Voltar a trabalhar como ator é uma hipótese que faz parte dos seus planos?

Não faz parte dos meus planos. Gosto muito dos projetos que criei e pretendo continuar a fazê-los, crescer ou criar novos desafios em diferentes áreas. No entanto, nunca digo nunca.

Ter um projeto como o que agora representa era um sonho antigo?

Não, nunca imaginei criar um blogue de viagens, ter uma agência de viagens ou de acompanhar grupos de viajantes a países no outro lado do mundo. Nunca imaginei passar para detrás da câmara para filmar culturas, paisagens e inspirar os outros a viajar. Foi uma boa surpresa da vida, uma oportunidade que surgiu com o aparecimento das novas tecnologias e na qual tenho trabalhado e me dedicado nos últimos anos, felizmente gosto muito do que faço.

Para muitos, o João tem mesmo um trabalho de sonho: conhecer o mundo a viajar. Ainda assim, acredito que tal como em todas as profissões existam pontos negativos. Quais aqueles que mais o aborrecem ou preocupam?

Sim, obviamente que todas as profissões têm o lado menos bom e a minha não é exceção. Tenho uma enorme responsabilidade ao organizar as férias de centenas de pessoas para diferentes destinos em todo o mundo, depois tenho de as acompanhar em viagem e de certificar-me de que todos tiram o maior partido daqueles dias. Tenho de gerir websites, redes sociais, emails, newsletters, de produzir e editar vídeos, fotos e artigos. Há muito trabalho que ninguém vê por trás de tudo, passo muitas horas ao computador, muitas semanas longe de casa, mas trabalho naquilo que gosto e que me faz feliz. Não me queixo.

Ter uma profissão ligada ao turismo no meio de uma pandemia que chegou a impossibilitar viagens significou para si lidar com medo e incerteza em relação ao futuro?

Sou muito positivo, a pandemia veio estragar um ano de trabalho mas não ficará cá para sempre. Esperemos que tudo isto termine rapidamente e que todos possam viajar tranquilamente.

Foi um momento bonito e sinistro, parecia que estava a chegar a Marte, nunca me irei esquecerSendo um homem cujas viagens fazem parte da sua rotina, como viveu o tempo de quarentena?

Não tive alternativa senão habituar-me à nova realidade, mas mantive-me sempre a trabalhar e a reorganizar as viagens das pessoas que foram forçosamente adiadas. Até gostei de algumas coisas da quarentena, vi muitos filmes, deu para ler bastante, fiz bolos, a cidade ficou mais calma e limpa… na verdade até há coisas de que tenho saudades.

Qual o primeiro local para onde imaginou viajar depois do confinamento?

Imaginei mil vezes que devia era ter ficado em quarentena numa ilha nas Maldivas [risos]. Quanto à primeira viagem poderia ser qualquer destino, só pelo facto de ir viajar já ficava feliz. Entretanto, já fui aos Açores e passei dias maravilhosos na natureza.

Numa fase de desconfinamento, mas ainda com o vírus ativo, de que forma é que o seu projeto se adaptou à pandemia?

Tínhamos o ano praticamente esgotado e adiámos grande parte das viagens para 2021. Aguardamos que a pandemia acalme e que os países se organizem para abrir novamente portas ao turismo. Felizmente já se começam a ver os aviões a levantar e as pessoas a viajar. 

O seu projeto vive muito da imagem (fotos, vídeos), mas a verdade é que também na memória guardamos as melhores imagens de uma viagem. Para si, qual a imagem de umas das suas viagens que nunca irá esquecer?

Inúmeras imagens e momentos vão ficar para sempre na minha memória, mas lembrei-me agora por exemplo do momento em que, depois de horas a conduzir pelo deserto, cheguei ao Uluru na Austrália, estava um pôr-do-sol incrível e conduzia um carro ao som da banda sonora do Blade Runner, foi a música que calhou, um momento bonito e sinistro, parecia que estava a chegar a Marte, nunca me irei esquecer.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório