Meteorologia

  • 15 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 12º MÁX 17º

Edição

"Chama-se malvadas às mulheres que lutam pela sua liberdade"

Angelina Jolie sublinhou ainda que as mulheres devem sempre encontrar apoio nos homens.

"Chama-se malvadas às mulheres que lutam pela sua liberdade"

No passado mês de junho, Angelina Jolie afirmou num artigo que escreveu para a revista Elle que o mundo precisava de "mais mulheres malvadas", uma metáfora que decidiu usar para se referir às mulheres que lutam contra as injustiças e abusos.

Foi precisamente este assunto que a atriz de Hollywood voltou a abordar durante uma entrevista ao jornal El País, realizada num conferência de imprensa.

"Os rótulos de mulheres perversas e malvadas só se põem aquelas que sobrevivem a algo. Mas não é que sejam perversas nem malvadas, mas sim porque sofrem e tentam lutar pela sua liberdade e direitos", justificou.

"Como por exemplo poder ir à escola e casar-se com quem quiserem. Há tanta opressão e abusos que se faz contra as mulheres em todo o mundo. Quando essa mulher se defende é acusada de ser agressiva. Mas só está a lutar porque foi afetada", sublinhou. 

Também na sua visão, a "mulher não tem de ser mais forte do que homem", uma vez que a maneira de evoluir é através de um equilíbrio necessário. 

"Normalmente dizemos que uma mulher forte tem de vencer o homem, ser como ele ou mesmo que não precisa dele, mas precisamos uns do outros e aprendemos uns com os outros. Assim esta mensagem é para as meninas: que encontrem o seu próprio poder, mas que aprendam com eles [com os homens]", completou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório