Meteorologia

  • 01 DEZEMBRO 2021
Tempo
MIN 6º MÁX 17º

Edição

Cláudio Ramos encontra fotografia antiga e fala de recordações

"Assim que vi a fotografia a minha mente recuou. A vida muda muito e muito depressa e às vezes muda vezes demais", começou por dizer o comentador do ‘Passadeira Vermelha’.

Cláudio Ramos encontra fotografia antiga e fala de recordações

Foi depois de encontrar no meio de um livro uma fotografia antiga, onde surge com a filha ao colo, que Cláudio Ramos decidiu partilhar algumas memórias com os seus seguidores.

“Esta fotografia foi tirada no Alentejo, a Leonor estaria perto de um ano. Passaram-se quase 14 anos. Assim que vi a fotografia a minha mente recuou. A vida muda muito e muito depressa e às vezes muda vezes demais”, começou por dizer o comentador do ‘Passadeira Vermelha’ no seu blogue, referindo que na altura em que a fotografia foi tirada “tinha planeado para si um futuro que não estava longe do que vivia na época”.

“Já estava a trabalhar em televisão, na rádio, no jornal, mantinha a minha vida no Alentejo, fazia muitas viagens e conseguia equilibrar as coisas. Pensava que ia ser sempre assim. Viver no Alentejo e ir a Lisboa. Disse-o muitas vezes:o ideal é isto!”, acrescentou, reconhecendo que com o passar do tempo percebeu que afinal não era o “ideal”.

“Meteram-se coisas, vontades e pessoas pelo meio e o destino, que eu acredito que está traçado, trouxe-me para outra realidade e hoje, acontece o inverso. Estou em Lisboa, e vou ao Aentejo. Cada vez mais me convenço que usei demasiadas vezes o ‘livre arbítrio’ que me desvia do destino traçado, porque sou teimoso, bato em teclas que estão gastas, vivo coisas que não existem”, continuou, enumerando todas as lembranças que a fotografia lhe trouxe.

“Quando olho para esta fotografia lembro-me do dia que a tirei, do dia que comprei estes óculos (bonitos que eram), sei que quando os fui buscar à ótica fui ao cinema à tarde às Amoreiras. Sei que trabalhava no Sic10 Horas. Lembro-me da camisola que tinha vestida, uma t-shirt que me ficava bem nos braços, que na altura eram muito magros e eu tinha muito complexos, do vestido que a Leonor usava que passou depois para as minhas sobrinhas…”, disse.

Cláudio Ramos frisa que na altura que tirou esta fotografia era um homem “feliz”.

Para ler o texto na íntegra, clique aqui

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório