Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2018
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 23º

Edição

Como compensa um depósito a prazo? Veja esta dica da DECO

A DECO explica que alguns oferecem taxas acima da inflação exclusivas para novos clientes, como o Banco Privado Atlântico Europa e o Best Bank, por exemplo. No Banco Big e Banco Carregosa, o mesmo prazo rende 1,44%.

Como compensa um depósito a prazo? Veja esta dica da DECO
Notícias ao Minuto

15:54 - 16/03/18 por Notícias ao Minuto 

Economia Banca

As taxas de juro persistentemente baixas têm dificultado a rentabilidade do dinheiro investido em contas a prazo, pelo que as pessoas têm deixado de apostar nesse tipo de contas. A Associação para a Defesa do Consumidor (DECO) fez as contas e sugere uma dica.

De acordo com a DECO, os consumidores têm preferido deixar o dinheiro nas contas à ordem, pois aplicá-lo em depósitos a prazo compensa pouco ou quase nada. A alternativa? “Para conseguir uma taxa líquida de 1,5% num ano com a aplicação em depósitos, mude de banco a cada três meses” como forma de “fintar a inflação”.

A Associação lembra que, para isso, é preciso escolher bem os bancos. “Todos estão a remunerar abaixo da inflação prevista para 2018 - 1,5%, segundo o Banco de Portugal. Um depósito a 1 ano, por exemplo, está a render entre 0 e 1,1% líquidos”.

Onde investir? A DECO explica que alguns oferecem taxas acima da inflação exclusivas para novos clientes, como o Banco Privado Atlântico Europa e o Best Bank, por exemplo, que remuneram os depósitos a 3 meses com 1,6 por cento. No Banco Big e Banco Carregosa, o mesmo prazo rende 1,44 por cento.

“Com algum jogo de cintura, pode obter uma taxa líquida de 1,5% e igualar a inflação anual sem pagar comissões de manutenção da conta”, refere a DECO.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório