Meteorologia

  • 24 SETEMBRO 2018
Tempo
23º
MIN 23º MÁX 23º

Edição

Insolvências diminuíram 18%, mas número de ações cresceu

O número de ações de insolvência aumentou em fevereiro 14,7%, na comparação homóloga, para um total de 654, segundo a Iberinform, filial da Crédito y Caución, que notou a diminuição das declarações de insolvência em 18%.

Insolvências diminuíram 18%, mas número de ações cresceu
Notícias ao Minuto

13:42 - 08/03/18 por Lusa

Economia fevereiro

Na informação divulgada hoje, a empresa registou ainda no segundo mês de 2018 um crescimento homólogo de 6% na constituição de empresas, num total de 3.615 novas, mais 207 que em igual período de 2017.

Quanto a insolvências, a empresa notou o aumento do número de ações e um decréscimo conjunto de 18% nas declarações. No acumulado, o número total de ações de insolvência foi de 1.291, mais 105 que no período homólogo de 2017.

"Lisboa e o Porto são os distritos com um valor de insolvência mais elevado, 357 (+1,1%) e 267 (+10,3%), respetivamente. Os distritos com uma diminuição mais acentuada são: Horta (redução de 100%), Ponta Delgada (redução de 50%), Viana do Castelo (menos 30,4%), Évora (quebra de 17,6%) e, por último, Faro (diminuição de 12,1%)", segundo o mesmo texto.

Os maiores aumentos foram nos distritos de Angra do Heroísmo (aumento de 400%), Guarda (aumento de 100%), Santarém (acréscimo de 45,5%) e Vila Real (mais 42,9%).

Na contabilidade das constituições, registaram-se 3.055 novas empresas em Lisboa, o que aumenta o seu peso de 33,4% em 2017 para 34,8% em fevereiro de 2018. O Porto segue na segunda posição, com 1.622 novas empresas e um peso de 18,2% (mais 0,6% que em igual período de 2017).

Os distritos que mais peso perderam em fevereiro deste ano foram: Aveiro (baixou o seu peso de 4,8% em 2017 para 4,3% em 2018) e Beja (de 1,4% em 2017 para 0,9% em 2018).

Por setores, o de Outros Serviços registou o maior número de constituições, 4160, o que traduz um aumento de 17,9% face a 2017, representando 46,8% do total nacional. A este setor seguem-se os de Hotelaria/Restauração (1.003 constituições e um aumento de 14,6%) e Construção e Obras Públicas (947 novas empresas e um crescimento homólogo de 31%).

As descidas mais significativas foram registadas nos setores de Agricultura, Caça e Pesca (com uma variação negativa de 40,9%) e Eletricidade, Gás e Água (decréscimo de 34,8%).

O setor de Comércio a Retalho perdeu 3,5% no número de constituições face a fevereiro do ano passado, menos 28 para um total de 776 em 2018.

A Iberinform, filial da Crédito y Caución que oferece soluções de negócio para a identificação de novos clientes, análise de riscos comerciais e recuperação de créditos B2B, tem uma rede de 12 escritórios na Península Ibérica, incluindo Lisboa e Porto.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório