Meteorologia

  • 26 SETEMBRO 2018
Tempo
28º
MIN 27º MÁX 29º

Edição

Luta pelo BCE aquece. Eurogrupo vota hoje substituto de Constâncio

O Eurogrupo irá votar esta segunda-feira o substituto de Vítor Constâncio para o lugar de vice-presidente do Banco Central Europeu. Há dois candidatos na corrida: um espanhol e um irlandês.

Luta pelo BCE aquece. Eurogrupo vota hoje substituto de Constâncio
Notícias ao Minuto

08:55 - 19/02/18 por Beatriz Vasconcelos 

Economia Vice-presidente

Os ministros das Finanças da Zona Euro vão reunir-se esta segunda-feira para decidir quem irá substituir Vítor Constâncio no lugar de vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE). Luis de Guindos, ministro da Economia espanhol, e Philip Lane, governador do banco central irlandês, são os candidatos na corrida.

O português Vítor Constâncio vai deixar o lugar vago a 31 de maio, pelo que a escolha do próximo sucessor a sentar-se ao lado do presidente do BCE, Mario Draghi, está próxima. Portugal apoia o candidato espanhol, que é o que parece ter mais apoio entre os países da zona euro, mas o Parlamento Europeu considera que Lane é “o mais convincente”.

“Ambos os candidatos prestaram uma boa apresentação. A maioria dos grupos políticos considerou o desempenho do governador Lane mais convincente. Alguns grupos expressaram reservas [relativamente] à nomeação do ministro De Guindos”, disse o presidente da comissão de economia, Roberto Gualtieri, num comunicado.

Porém, a opinião do Parlamento Europeu não é vinculativa. A decisão será tomada esta segunda-feira em reunião do Eurogrupo e na terça-feira será também votado o substituto no encontro dos ministros das Finanças da União Europeia, o Ecofin.

Quem tem mais apoio?

De acordo com o jornal El País, o espanhol De Guindos tem mais apoio entre os países da zona euro. Já se sabe que Portugal vai retribuir o apoio que recebeu da vizinha Espanha aquando da eleição de Mário Centeno para presidente do Eurogrupo.

Além do apoio português, o candidato espanhol conta também com o apoio da Alemanha e da Holanda, da Eslováquia e de Malta. Ao que tudo indica, França também estará no lado do espanhol.

A substituição do lugar de Vítor Constâncio marca a primeira luta pelos lugares do BCE, mas a verdadeira ronda de negociações dar-se-á em 2019, quando os países da zona euro tiverem que decidir quem irá substituir Draghi ao leme do banco central. 

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório